Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2017
Tempo
21º
MIN 21º MÁX 21º

Edição

PM apreende suspeito de participar da morte de GCM

O adolescente estava escondido na própria casa com a ajuda da mãe, que sabia que o filho estava envolvido no crime

PM apreende suspeito de
 participar da morte de GCM
Notícias ao Minuto Brasil

21:24 - 18/05/17 por Folhapress

Justiça Zona Leste de SP

A polícia apreendeu um dos quatro suspeitos de participação na morte do guarda-civil metropolitano Marcos Roberto de Oliveira, 49, a tiros, na zona leste de São Paulo no último dia 9.

Segundo o tenente Guilherme Meirelles, o adolescente, de 17 anos, foi apreendido na noite de quarta-feira (17), no Jardim Santa Etelvina, região do Lajeado, na zona leste da capital paulista, após uma denúncia anônima.

O adolescente estava escondido na própria casa com a ajuda da mãe, que sabia que o filho estava envolvido no crime.

O rapaz disse ao policial militar que um colega dele, também adolescente, foi quem atirou.

De acordo com a polícia, também participaram da morte do guarda-civil outras três pessoas: Lucas, 18, e mais dois adolescentes, ambos com 17 anos.

Todos continuam foragidos, mas já foram reconhecidos por foto pela colega do guarda morto que estava com ele no dia do assassinato.

O adolescente apreendido já tem passagem pela Fundação Casa por roubo, e havia fugido da unidade.

Marcos Roberto de Oliveira, membro da GCM (Guarda Civil Metropolitana) de São Paulo, foi morto no último dia 9 após ser chamado por uma funcionária de uma escola municipal infantil onde ele fazia a ronda escolar.

Ela precisava de ajuda com garotos que batiam no portão da unidade sem parar.

O guarda e sua parceira foram surpreendidos em um terreno ao lado da escola por quatro garotos, que abriram fogo contra a dupla. Na troca de tiros, Marco foi atingido.

A região do Lajeado é considerada violenta, e há dois ou três GCMs fazendo a segurança da escola, das 11h30 às 19h, todos os dias. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório