Meteorologia

  • 22 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Prefeitura de SP intensifica ações para acolher moradores de rua

Somente na noite da última sexta-feira (2), quase 500 pessoas foram atendidas durante a madrugada

Prefeitura de SP intensifica ações para acolher moradores de rua
Notícias ao Minuto Brasil

07:50 - 05/08/19 por Estadao Conteudo

Brasil Inverno

A chegada de uma nova frente fria na cidade de São Paulo fez a Prefeitura intensificar as ações da Operação Baixas Temperaturas, que tem como objetivo acolher os moradores de rua durante o inverno. Na noite da última sexta-feira, 2, quase 500 pessoas foram atendidas durante a madrugada.

Neste ano, além dos centros de acolhida ligados à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), quatro centros esportivos estão sendo oferecidos como alojamentos para a população que mora na rua. Desde 18 de julho, 2.712 acolhimentos já foram feitos nessas unidades.

Na madrugada deste sábado, 3, foram realizados 472 acolhimentos. Na última quinta-feira, 1º, foram 517. A operação teve início em 22 de maio e será realizada até 20 de setembro. Ela é intensificada quanto a temperatura é igual ou inferior a 13 ºC.

No dia 7 de julho, quando houve outra passagem de massa de ar frio, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 6,5 ºC na capital.

Naquela semana, houve mortes de moradores de rua, decorrentes das baixas temperaturas. Um deles foi encontrado morto nas escadas do terminal de ônibus e Metrô da Barra Funda.

"Desde o início da ação, a rede de acolhimento administrada pela SMADS já registrou mais de 822 mil acolhimentos (uma mesma pessoa pode ser atendida em todos os dias de operação e entrar várias vezes na soma) nos Centros de Acolhida e Centros Temporários de Acolhimento (CTAs). Destes, mais de 14 mil foram durante os plantões (noite/madrugada) da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS)", diz a Prefeitura.

A capital conta com 148 serviços voltados para os moradores de rua que têm cerca de 22 mil vagas, das quais são de 18.411 de acolhimento.

Como ajudar os moradores de rua

A população pode ajudar pessoas em situação de rua acionando a Central 156, que funciona 24 horas por dia. A solicitação pode ser anônima, mas é importante ter as seguintes informações para facilitar a identificação:

O endereço da via em que a pessoa em situação de rua está (o número pode ser aproximado);

Citar pontos de referência;

Características físicas e detalhes de como a pessoa a ser abordada está vestida.

Campo obrigatório