Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

"A polícia não diz para onde levou meu filho"

Carlos Eduardo Nascimento, 20 anos, estava em um bar dia 27 de dezembro, quando foi abordado por policiais e levado em uma viatura. Desde então ninguém teve notícias dele

"A polícia não diz para onde levou meu filho"
Notícias ao Minuto Brasil

13:30 - 11/01/20 por Notícias Ao Minuto

Brasil Absurdo

O segurança Eduardo Nascimento, 50, percorre toda as tardes os matagais próximos do bairro Jardim São Camilo, na periferia de Jundiaí (a 56 quilômetros de São Paulo). Procura pelo filho, Carlos Eduardo Nascimento, o Cadu, de 20 anos, desaparecido desde 27 de dezembro, depois de uma abordagem policial.

"A gente acha que pode ter acontecido de tudo quando entra andando pelo mato. Ele pode estar até amarrado em uma árvore. Eu não desisto de fazer as buscas", contou Eduardo ao BuzzFeed News, nesta terça-feira (7). Nas buscas, vão amigos e parentes do rapaz.

Mas, 12 dias depois do desaparecimento, o segurança vê minar a esperança. "Para dizer a verdade, eu estou esperando... eu acho que o pior é o mais provável."

Para Eduardo, se o filho estivesse bem e vivo, não deixaria a mãe, Carla, sem notícias. Ele mora com ela. A namorada do jovem também participa das buscas com Eduardo.

Cadu faz bicos como pintor de paredes. estava procurando emprego fixo, mas não conseguiu. Combinou com o pai que retomaria o ensino médio este ano para concluir os estudos e pleitear uma bolsa na faculdade onde o pai trabalha como segurança.

Na adolescência, Cadu teve passagens policiais por envolvimento com o tráfico e tentativa de furto. "Só que a ficha dele desde que é maior está limpa. Ele não está devendo nada para a Justiça".

Cadu estava com um grupo de amigos em um bar do Jardim São Camilo, na tarde do dia 27 de dezembro, uma sexta-feira, comendo churrasquinho e festejando o fim do ano. A polícia chegou e abordou cinco rapazes. Todos foram liberados, exceto o filho de Eduardo, que foi levado para a viatura, segundo testemunhas.

"A polícia não fala nada. Não diz para onde levou o meu filho. Eu estou péssima. Não sei onde meu filho está. Só quero encontrar o meu filho", disse ao BuzzFeed News, nesta segunda-feira (6), a mãe do jovem, Carla Santos.

Carla está muito abalada : "Estou sem cabeça. Só estou fazendo tudo o que é possível para encontrar o meu filho."

Nas redes sociais, os grupos de vizinhança também divulgaram foto do rapaz para tentar localizá-lo. Mas só nesta segunda-feira a denúncia ganhou mais atenção das autoridades. A Corregedoria da Polícia Militar afastou, para serviços burocráticos, os policiais que estavam a serviço na região onde foi feita a abordagem.

A TV Record recebeu imagens que mostram a presença na viatura no local onde Cadu foi visto pela última vez.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí e que um inquérito policial militar foi instaurado no batalhão onde os PMs servem para apurar responsabilidades.Com informações BuzzFeed Brasil

Campo obrigatório