Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

A depilação é uma questão de higiene?

A decisão de se depilar ou não é pessoal. Mas antes de decidir se deixa os pelos ou natural ou os elimina, desfazemos o mitos de que a depilação é uma questão de higiene

A depilação é uma questão de higiene?
Notícias ao Minuto Brasil

11:51 - 01/08/15 por Notícias Ao Minuto

Brasil Mulher

Há muitas pessoas que defendem que a depilação deve ser uma questão de higiene, especialmente nas zonas íntima, para evitar maus odores, por exemplo.

O site Bolsa de Mulher explica que há dois fatores que podem causar maus odores nestas zonas e que nenhum deles tem a ver com a presença de pelos.

O primeiro se deve a

infeções causadas por vírus, fungos ou bactérias, que podem mudar a cor e o cheiro do corrimento vaginal, causando um odor forte.

A segunda causa se deve à

falta de higiene, que resulta da acumulação de células mortas nesta zona do corpo que formam uma secreção branca que provoca um odor forte se não for retirada.

A depilação pode ser útil para diminuir os odores durante o período menstrual, uma vez que facilita a higiene íntima, mas não é indispensável, sublinha o mesmo site.

Quanto a doenças, fazer a depilação não tem correlação comprovada nestas situações. Aliás, alguns estudos sugerem que remover os pelos púbicos aumenta as probabilidades de contrair uma Doença Sexualmente Transmissível (DST), devido às pequenas lesões que podem surgir durante a depilação e que facilitam a entrada de microrganismos no corpo.

Já os piolhos que parasitam a púbis, mais conhecidos por ‘chatos’, têm diminuído desde que a depilação íntima se tornou tendência.

Campo obrigatório