Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Produtos de limpeza que você deve começar a usar menos

Em dias de limpeza é tentador usar certos produtos em excesso. Saiba quais produtos que se deve considerar usar menos e o porquê

Produtos de limpeza que você deve começar a usar menos
Notícias ao Minuto Brasil

05:37 - 05/08/15 por Notícias ao Minuto Brasil

Brasil Higiene

No que toca às limpezas nenhum produto é a mais e nunca nada está muito limpo? Não é bem assim.

O Huffington Post falou com alguns especialistas em limpezas e aponta alguns produtos que, quando usados em excesso, podem fazer mais mal do que bem.

1. Limpa vidros.

A especialista em limpezas Jolie Kerr aponta um erro comum do uso em excesso deste produto: “as pessoas tendem a borrifar este produto em superfícies que precisam de ser limpas em vez de o fazer em um pano ou papel de cozinha”, o que faz com que esteja a espalhar a sujeira e a deixá-la entranhar-se nas possíveis estrias das superfícies. Em alternativa, borrife o limpa vidros em um pano ou papel de cozinha e depois limpe a superfície com ele.

2. Água sanitária.

Não faz mal usar este químico em pequenas doses para branquear a roupa, esterilizar louça ou determinadas superfícies, por exemplo. Mas nunca deve juntar água sanitária com outros produtos, apenas com água. Isto porque a mistura pode libertar um gás tóxico que prejudica a sua saúde, alerta Robin Wilson, designer de interiores. Além disso, a lixívia pode danificar certas superfícies.

3. Sabão para roupa.

Jolie Kerr alerta que só se deve usar uma colher de sopa de sabão para lavar a roupa em cada carga. E sublinha que usar sabão em excesso pode criar uma ‘película’ que evita que as roupas fiquem realmente lavadas.

4. Produto de limpeza para carpetes.

Quando usado em excesso, além de ser difícil de tirar completamente, pode danificar o tapete. Os resíduos que ficam do produto tornam-se em um verdadeiro íman de sujeira. Além de dever usar pouca quantidade, se a mancha não parecer muito difícil de tirar, opte por produtos menos potentes como água e sabão ou vinagre branco.

Os especialistas recomendam ainda que nunca umideça o carpete quando aplica o líquido de limpeza e que a deixe secar completamente depois da limpeza.

5. Limpa móveis.

Jolie Kerr alerta que quando usado em excesso e muito frequentemente pode estar a criar uma acumulação do produto nos seus móveis que vão atrair ainda mais pó e sujeira. Aplique apenas uma leve névoa sobre a mobília (no caso de ser em spray) ou uma pequena quantidade do produto em um pano e limpe os móveis uma vez por mês. Se achar que têm muito pó entre as limpezas, passe um pano de microfibra.

6. Ambientador.

Apesar de não ser propriamente um produto de limpeza, este produto muito usado para camuflar odores contém formaldeído, que pode causar sintomas respiratórios semelhantes aos das alergias. Robin Wilson aconselha: em vez de ‘camuflar odores’, “limpe o seu espaço”. Manter a casa arejada também pode evitar maus odores.

Campo obrigatório