Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Cartilha para o funcionamento de bares e restaurantes no Rio

A cartilha da Abrasel foi elaborada por um grupo de estudos integrado por epidemiologistas, cientistas e empresários do setor de bares e restaurantes.

Cartilha para o funcionamento de bares e restaurantes no Rio
Notícias ao Minuto Brasil

15:15 - 07/06/20 por Notícias Ao Minuto

Brasil Isolamento

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Rio de Janeiro (Abrasel RJ) lançou cartilha com recomendações aos estabelecimentos e empresários do setor, para a retomada das atividades na capital do Rio de Janeiro, prevista para 2 de julho, quando terá início a fase 3 do Plano de Retomada da prefeitura carioca.

Entre as orientações, destaca-se a que diz respeito ao distanciamento de pessoas dentro dos estabelecimentos. A regra mais restritiva em relação à ocupação nos restaurantes determina a observância de distanciamento mínimo entre os clientes de quatro metros quadrados. O presidente da Abrasel-RJ, Pedro Hermeto, esclareceu que essa regra é para ser observada em relação à área total de ocupação do restaurante. “Por exemplo, se a gente tem uma área de 40 metros quadrados, nós só vamos poder sentar dez pessoas ali. Mas podem ser duas meses de cinco pessoas cada”.

O modelo do cardápio deve ser repensado. Se não for possível abolir o menu físico, escrevendo os itens em uma lousa, por exemplo, o estabelecimento pode preparar um modelo plastificado, que possa ser higienizado após o uso. Outra ideia é ter um cardápio digital, que o cliente pode acessar lendo um 'QR Code' (código de barras bidimensional) por celulares equipados com câmera.

Bares e restaurantes deverão reforçar as boas práticas na cozinha, reservando espaço para a higienização prévia dos alimentos crus, como frutas, legumes e verduras. A cartilha sugere usar produtos específicos no mercado ou uma solução de água sanitária na proporção de 10 ml para um litro de água, depois de ver no rótulo se pode ser usada para alimentos, que devem ser deixados nessa solução por dez minutos e depois enxaguados em água corrente.

Álcool em gel 70% deve ser disponibilizado para os clientes na entrada e em pontos estratégicos do estabelecimento. As comandas individuais em cartão devem ser higienizadas a cada uso. Do mesmo modo, deve ser reforçada a higienização do piso e de superfícies com detergente e sanitizantes adequados, seguindo as orientações do fabricante.

O estado do Rio tem 15 mil bares e restaurantes associados à Abrasel RJ, sendo 10 mil na capital. O setor gera 170 mil empregos diretos no estado, dos quais 110 mil são no município do Rio de Janeiro.

Convidada a participar de um grupo de estudos formado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) para discutir as regras do retorno, a Abrasel RJ encaminhou a cartilha editada pela entidade com regras gerais extraídas de recomendações e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “E ela acabou servindo, em grande parte, de modelo para as regras que foram anunciadas no dia 2 pela Setur”.

As regras para a retomada preveem, através de uma auto-declaração, a possibilidade de as empresas que se adequarem às normas receberem um selo de qualidade.

A cartilha da Abrasel foi elaborada por um grupo de estudos integrado por epidemiologistas, cientistas e empresários do setor de bares e restaurantes. “As regras acabaram por contaminar, no bom sentido, as regras oficiais”, indicou Hermeto. Segundo ele, as normas foram validadas, inclusive, pela Secretaria de Estado de Saúde. “Agora, o que nós vamos fazer é recomendar aos estabelecimentos que cumpram as regras e possam receber o selo de qualidade”.

As informações constantes na cartilha envolvem desde a organização espacial dos estabelecimentos até a maneira de realizar os pagamentos, passando pela adequação do funcionamento e segurança das equipes e clientes. O material é gratuito e está disponível no site da Abrasel RJ.

Campo obrigatório