Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Vacina da Pfizer quase esgota em SP no primeiro dia de aplicação

Ao todo, foram aplicadas 99.396 doses da fabricante

Vacina da Pfizer quase esgota em SP no primeiro dia de aplicação
Notícias ao Minuto Brasil

06:00 - 07/05/21 por Folhapress

Brasil Pandemia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A vacina produzida pela Pfizer quase esgotou no primeiro dia em que foi oferecida à população da cidade de São Paulo. Ao todo, foram aplicadas 99.396 doses da fabricante -o que corresponde a 73% das 135.720 unidades recebidas.

Até as 18h desta quinta-feira (6), a Secretaria Municipal da Saúde contabilizou 133.513 doses totais de vacinas contra Covid-19 aplicadas.
As vacinas da Pfizer, que chegaram à capital paulista na terça-feira (4), foram aplicadas exclusivamente em unidades de saúde por causa da refrigeração. Em postos de drive-trhu foram aplicadas as da AstraZeneca.

A advogada Angela Leal Saboia de Castro, 63, foi uma das pessoas que receberam a vacina da Pfizer nesta quinta. Moradora dos Jardins, ela foi até a Bela Vista, na região central da capital, e enfrentou uma fila de quatro horas de espera na UBS Nossa Senhora do Brasil.

Por causa da idade, a advogada já poderia ter sido vacinada anteriormente -a campanha desta quinta era destinada a pessoas entre 60 e 62 anos-, mas ela optou por aguardar a chegada do imunizante da farmacêutica norte-americana. "Privilegiei a Pfizer para poder entrar nos Estados Unidos. Eu viajo muito pra lá", explica Angela, que já tem passagens compradas para o país desde o ano passado.

Outro fator que pesou em sua escolha foi a taxa de eficácia da vacina da Pfizer, de 95%, enquanto a da Coronavac é de 50,38%, e a da AstraZeneca, 70%,

Nesta semana, o Ministério da Saúde decidiu recomendar o intervalo de 12 semanas entre as aplicações da primeira e da segunda dose do imunizante, mais do que os 21 dias indicados pela fabricante na bula. O prazo segue modelo adotado no Reino Unido, primeira nação a utilizar a vacina da Pfizer em sua população.

Angela Leal deverá retornar à UBS da Bela Vista em 29 de julho para receber a segunda dose, mas ela diz estar inclinada a entrar com uma ação na Justiça para antecipar o prazo. "Eles metem o pau no [presidente Jair] Bolsonaro porque a cloroquina não é indicada [para Covid] na bula, porque o uso é off-label. Como querem que siga a bula [para o medicamento] e mandam tomar a vacina três meses depois?", reclama.

A Secretaria Municipal de Saúde recomenda que a ida aos locais de vacinação aconteça de maneira gradual, de modo a evitar aglomerações nos postos, e com o pré-cadastro no site Vacina Já preenchido para agilizar o tempo de atendimento.

Campo obrigatório