Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Resgate acha corpo e destroços no mar na região onde avião caiu, em Ubatuba

O corpo ainda não foi identificado, mas, segundo a FAB, provavelmente é de uma das vítimas do acidente

Resgate acha corpo e destroços no mar na região onde avião caiu, em Ubatuba
Notícias ao Minuto Brasil

06:35 - 26/11/21 por Folhapress

Brasil AVIÃO-SP

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A equipe de resgate da FAB (Força Aérea Brasileira) encontrou na tarde desta quinta-feira (25) um corpo e destroços na área de busca do acidente que envolveu uma aeronave de pequeno porte durante a madrugada. O avião bimotor, que levava três pessoas, incluindo dois pilotos, caiu no mar na região entre Ubatuba, em São Paulo, e Paraty, no Rio de Janeiro.

O corpo ainda não foi identificado, mas, segundo a FAB, provavelmente é de uma das vítimas do acidente. De acordo com a nota da Força Aérea, o corpo foi resgatado pela aeronave e transportado até a Base Aérea de Santa Cruz, "onde foi entregue aos órgãos competentes para os procedimentos subsequentes".

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro também participa das buscas. Nesta quinta-feira, foram empregadas aeronaves, embarcações e motos aquáticas para fazer a varredura em toda a região costeira.

A corporação afirmou, em nota, que seguiu fazendo buscas terrestres, após o pôr do sol, pela região costeira de praias. As operações aéreas e marítimas continuarão na manhã desta sexta-feira (26), a partir das 5h.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a queda ocorreu por volta da 1h20. A corporação de São Paulo recebeu um chamado de bombeiros do Rio de Janeiro e, posteriormente, parentes do piloto entraram em contato informando problemas em uma aeronave que pousou possivelmente nas águas de Ubatuba.

As operações de busca estão sendo conduzidas pelo Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico de Curitiba (ARCC-CW), unidade da FAB que coordena as operações de buscas aéreas na região. O grupo foi notificado do desaparecimento da aeronave na noite de quarta-feira (24).

Às 4h15 desta quinta-feira, um helicóptero iniciou as buscas na área, utilizando óculos de visão noturna. Já às 6h35, a FAB localizou destroços que podem ser da aeronave desaparecida. Segundo a Força Aérea, a localização foi repassada aos órgãos de busca marítima.

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o avião pertencia a José Porfírio de Brito Junior, que era o copiloto da aeronave. O avião, um modelo PA-34-220T, foi fabricado em 1981 e estava em situação regular.

Nas redes sociais, a namorada do copiloto, Thalya Viana, disse que, além de José Porfírio , o avião levava o piloto e um passageiro.

No Instagram, ela pediu ajuda para localizar a aeronave e o namorado. "Estamos sem notícias desde a madrugada", escreveu ela. "Gente, ainda não temos nenhum paradeiro dele. Continuem ajudando a gente."

Em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo, ela disse que a família recebeu informações desencontradas sobre o voo. "Primeiro, disseram que o avião caiu. Depois, a informação era de que o avião caiu, mas que eles foram resgatados. Depois, disseram que não caiu, mas que eles fizeram um pouso forçado por perda de moto", afirmou ela.

"Mas eles não foram resgatados. A gente ligou para todos os hospitais próximos ao local. Mas ele não deu entrada. A única coisa que a gente queria era uma coordenada mínima, para a gente mesmo poder resgatar", disse ela.

Ana Regina, mãe do copiloto, também usou as redes sociais para cobrar informações sobre o paradeiro do avião. "Gente, repostem pelo amor de Deus. Cadê o salvamento aéreo? Que descaso pelo amor de Deus. Quero meu filho com vida. Não aguento mais ouvir que está fora de jurisdição. São vidas. Falta de amor"

Segundo a TV Globo, a aeronave tinha três ocupantes -piloto, copiloto e um passageiro- e saiu de Campinas, no interior paulista, com destino ao aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Campo obrigatório