Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Apenas pacientes graves devem fazer teste de Covid, recomenda entidade do setor

Pacientes mais graves devem ter prioridade sobre aqueles que possuem sintomas mais leves

 Apenas pacientes graves devem fazer teste de Covid, recomenda entidade do setor
Notícias ao Minuto Brasil

05:35 - 13/01/22 por Folhapress

Brasil CORONAVÍRUS-TESTES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Devido ao risco de desabastecimento dos testes de Covid-19, a Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica) recomenda que os laboratórios priorizem testes em pacientes segundo a escala de gravidade. Pacientes mais graves devem ter prioridade sobre aqueles que possuem sintomas mais leves.
A entidade afirma que o cenário ideal seria a testagem em massa, mas diante da impossibilidade, o recomendado é testar aqueles que possuem gravidade nos sintomas, pacientes hospitalizados, cirúrgicos, pessoas do grupo de risco, trabalhadores assistenciais da área da saúde e colaboradores de serviços essenciais.
A Abramed recomenda interromper a testagem daqueles que tiveram apenas contato com paciente infectados, assintomáticos e pessoas com sintomas leves, que devem, porém, permanecer isolados até que o cenário seja normalizado.
A demanda por testes de Covid aumentou com o surto de gripe (influenza) e o aumento de casos de Covid-19. A rede de farmácias Raia Drogasil suspendeu os testes por falta de estoques, mas disse que busca normalizar a situação ainda nesta semana.
Só será possível agendar um teste nas unidades da rede quando o abastecimento estiver normalizado. Farmácias Raia ou Drogasil que possuem testes remanescentes ainda podem utilizá-los. Os interessados devem entrar em contato com os estabelecimentos para obter mais informações.
Reportagem do jornal Folha de S.Paulo mostrou que testes positivos voltaram a subir durante as festas de fim de ano, de acordo com o monitoramento da Abrafarma (associação que reúne grandes redes farmacêuticas). O total de positivos saltou de 524 no dia 1º de dezembro, quando 10 mil exames foram feitos, para 5.334 em 29 de dezembro, quando houve 31.332 exames –o equivalente a 5% e 17% do total, respectivamente. O levantamento abrange 3.000 farmácias do país.
Desde dezembro, interessados tem dificuldade de agendar testes de Covid-19 em drogarias no município de São Paulo. Enquanto antes das festas de fim de ano era possível fazer um agendamento para o mesmo dia, durante o fim de ano o paciente teria que esperar por até 5 dias.
Para saber se a pessoa está com Covid no momento da testagem, os testes mais procurados são os de antígeno e o RT-PCR.
Os testes antígeno estão disponíveis na modalidade "swab", em que um cotonete é introduzido pelo nariz para a coleta da amostra, e por via oral. Alguns deles também combinam a testagem para Covid-19 e para influenza dos tipos A e B no mesmo produto.
Já nos testes RT-PCR a amostra é coletada através de um cotonete no nariz e frequentemente também na garganta. Ele também é oferecido na modalidade em que a coleta é feita pela saliva, com uma amostra que varia de 2 ml a 5 ml.
O resultado do teste antígeno fica disponível em cerca de 15 minutos. Já o resultado do RT-PCR, pode sair em quatro horas em alguns laboratórios. Em outros, é preciso esperar até 72 horas.

Campo obrigatório