Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Logo com bandeira antiga 'não estava finalizado', afirma criador da marca

Anteriormente, a bandeira utilizada na marca tinha apenas 22 estrelas

Logo com bandeira antiga 'não estava finalizado', afirma criador da marca
Notícias ao Minuto Brasil

15:27 - 17/05/16 por Folhapress

Brasil Temer

Após a divulgação de um logotipo que utilizava uma uma versão desatualizada da bandeira do Brasil, o publicitário Elsinho Mouco, responsável pela identidade visual do governo do presidente interino Michel Temer, afirmou que a marca apresentada se tratava de "um layout, não estava finalizada".

O publicitário enviou à reportagem aquele que seria o logotipo oficial do governo, utilizando a versão atualizada da bandeira do Brasil, com 27 estrelas, que representam todos os Estados e o Distrito Federal.

Anteriormente, a bandeira utilizada na marca tinha apenas 22 estrelas, quantidade que aparecia na bandeira durante parte da Quarta República (1946-1964) e da ditadura militar (1964-1985). O logotipo não contemplava os Estados do Acre, que passou a aparecer na bandeira a partir de 1968, e os Estados Amapá, Roraima, Rondônia e Tocantins, que só entraram na versão de 1992.

O logo traz ainda a lema da bandeira "Ordem e progresso", que virou slogan do governo Temer. A expressão tem origem no positivismo -escola filosófica e religiosa fundada por Auguste Comte (1798-1857).

A marca foi considerada conservadora por designers. O gradiente azulado e as formas tridimensionais lembram especialistas dos contornos criados pelo designer Hans Donner, criador da identidade visual da TV Globo da década de 1970.

Os trabalhos foram feitos pela agência de Mouco sem contrato com a administração federal. Ele afirma pretende doar oficialmente o logo e estima que a peça custaria por volta de R$ 100 mil se fosse produzida por uma agência de publicidade. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório