Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Cidade de Deus reclama de juiz e comemora ouro de cria Rafaela Silva

A judoca iniciou no judô por meio do Instituto Reação e tornou-se campeã olímpica ainda treinando no projeto social

Cidade de Deus reclama de juiz e comemora ouro de cria Rafaela Silva
Notícias ao Minuto Brasil

19:12 - 08/08/16 por Folhapress

Brasil Comunidades

Lágrimas e gritos de "é campeão" tomaram a sala do Instituto Reação, na Cidade de Deus, dentro de uma unidade da Faculdade Estácio.

Neste local, amigos, parentes e colegas de treino da judoca Rafaela Silva se reuniram para assistir a luta que rendeu a medalha de ouro para a brasileira.

Eles acompanharam a disputa em um telão e fizeram contagem regressiva nos últimos nove segundos da disputa.

O grupo ficou tenso durante todo o combate, inclusive com protestos contra o juiz.

"Ippon, ippon, ippon", gritaram, quando Rafaela aplicou um golpe. "Agora é só comemorar. A Rafaela mostrou para todo o mundo que é preciso acreditar nas pessoas. Acreditaram nela e hoje ela é medalha de ouro", disse a auxiliar de serviços gerais Cristiane Silva, 40, tia da atleta.

"A Rafaela já foi muito humilhada, sofreu com racismo e quis desistir", contou Cristiane.

A conquista do ouro encheu a Cidade de Deus de orgulho. Foi celebrada nas ruas da favela situada na zona oeste do Rio onde a atleta cresceu.

Os moradores gritaram e soltaram fogos de artifício para comemorar a vitória."Foi incrível. Soltaram foguete, a meninada saiu correndo pela rua, comemorando", diz a dona de casa Sônia Silva, 43, também tia de Rafaela.

A judoca iniciou no judô por meio do Instituto Reação e tornou-se campeã olímpica ainda treinando no projeto social.

"É até difícil mensurar o que essa conquista significa. Para as outras crianças será uma inspiração saber que alguém saiu do mesmo lugar que eles e ganhou o mundo", afirmou o auxiliar técnico Daniel Loureiro, 33, que participou da preparação de Rafaela.

Também professora no projeto, Daniele Ferreira, 28, conhece Rafaela desde que as duas começaram juntas a treinar no Instituto Reação.

"Fico lembrando de toda a trajetória dela, do quanto ela se transformou como pessoa e atleta. É uma alegria grande demais para todos nós, da comunidade", afirmou. Com informações da Folhapress. 

Campo obrigatório