Meteorologia

  • 24 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Bar do DF é multado por exigir mulher 'sexy e desinibida' para emprego

Estabelecimento foi condenado pela Justiça do Trabalho por anúncio de trabalho discriminatório

Bar do DF é multado por exigir mulher 'sexy e desinibida' para emprego
Notícias ao Minuto Brasil

09:04 - 22/09/16 por Notícias Ao Minuto

Brasil TRABALHO

Um bar de Brasília foi condenado pela Justiça do Trabalho por publicar anúncio de trabalho discriminatório nas redes sociais da empresa. Segundo informações do portal Mentrópoles, o estabelecimento procurava uma funcionária "desinibida, comunicativa, sexy e sobrancelhas expressivas". Caso o candidato fosse do sexo masculino, os requisitos eram ser "atencioso, forte, cheiroso, rico e p. gigante".

Irônica, a mensagem dizia ainda que "Se [o candidato] for inteligente, eu corto os meus pulsos, porque tanta qualidade boa em um homem é injusto com a humanidade". O dono do Container Bar, Gustavo Gonçalves dos Reis, foi intimado a prestar esclarecimentos ao Ministério Público do Trabalho do Distrito Federal (MPT).

Ao ser questionado, Reis disse que não "tinha interesse de ofender quem quer que seja" com o anúncio de emprego, mas reafirmou a intenção de contratar apenas funcionárias com as características descritas. Ele também deixou claro que não queria contratar homens para a vaga porque "trata-se de um bar com mais de 85% dos clientes homens".

Para a juíza responsável pelo caso, da 15ª Vara Trabalhista, a argumentação do proprietário, encaminhada ao MPT, não é aceitável. Ela chegou a achar que o texto poderia ser uma brincadeira, mas a confirmação por parte do dono do estabelecimento serviu como prova do tor real do anúncio.

A magistrada explica que o empresário deve avaliar os candidatos a partir de critérios como formação acadêmica, experiência e conhecimento de línguas estrangeiras. No entanto, exigências de aparência física ultrapassaram o bom senso e "objetificam" a mulher, na opinião da magistrada. "Menções sobre comportamento sexual e beleza são totalmente inaceitáveis em nosso ordenamento jurídico", diz.

A juíza analisou, de acordo com o G1, que a defesa apresentada pelo bar “descreve um cenário completo de desrespeito e abuso”.

É curioso que o anúncio, que aparentemente parecia ser uma brincadeira da empresa –  brincadeira sujeita obviamente a limites, já que exercida em espaço público e em nome de uma empresa  –  foi confirmado por um e-mail”, disse.

O dono do estabelecimento terá que pagar uma multa no valor de R$ 5 mil. 

LEIA TAMBÉM: Crise atinge o Bar do Lula, comandado por sósia do ex-presidente

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório