Enfermeira morre com febre hemorrágica em Ibirité

Morte pode ter sido causada por doenças como febre maculosa, dengue e até meningite

© PixaBay
Brasil BH 15:15 - 18/10/16 POR Notícias Ao Minuto

Uma enfermeira de Belo Horizonte morreu com febre hemorrágica menos de 24 horas após ter sido internada, em um hospital de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. Existe a possibilidade de a morte ter sido causada por febre maculosa, dengue e meningite.

PUB

A profissional da saúde passou mal em casa, na cidade de Ibirité e foi levada pelo pai para a Unidade de Pronto Atendimento do Hospital Municipal, informa o jornal O Tempo. De acordo com a assessoria da unidade de saúde, ela apresentava febre hemorrágica no domingo (16) e faleceu nesta segunda-feira (17).

Segundo informações do hospital, a evolução do quadro de saúde da enfermeira foi muito rápida e ela chegou a apresentar manchas e bolhas pelo corpo, além de uma ferida na face. Amostras genéticas dela foram colhidas e serão encaminhadas para Fundação Ezequiel Dias (Funed), para que exames apontem a causa da morte.

"Ela mantinha contato com muita gente e até sexta trabalhou", disse um familiar da vítima, sem identificar. A mulher não tinha filhos, não era casada e trabalhava no Centro de Saúde Túnel de Ibirité, no Barreiro.

O serviço epidemiológico da região garantiu que o caso está sendo investigado, mas alegou que está sob sigilo.

Em 2016, não foram registrados caso de febre maculosa em Ibirité. Das 12 ocorrências registradas pelo Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) este ano, quatro evoluíram para óbito, sendo um na capital, um em Antônio Dias, na região do Rio Doce, e dois em Divinópolis, na região Centro-Oeste do Estado de Belo Horizonte.

Leia também: Médica identifica nova onda de bebês com microcefalia na PB

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X