Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Justiça ordena suspensão de obra em prédio ligado a Geddel

Condomínio de luxo La Vue foi centro de polêmica que levou à demissão do ministro da Cultura

Justiça ordena suspensão de obra em 
prédio ligado a Geddel
Notícias ao Minuto Brasil

19:50 - 23/11/16 por Folhapress

Brasil Salvador

A Justiça Federal da Bahia determinou a suspensão imediata das obras do residencial La Vue, na Ladeira da Barra em Salvador. A decisão será publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (24).

O prédio está sendo erguido numa das áreas mais nobres da capital baiana, a Ladeira da Barra, e virou alvo de polêmica após o pedido de demissão do ministro da Cultura, Marcelo Calero.

Em entrevista à Folha de S.Paulo no sábado (19), Calero disse que entregou o cargo porque o ministro Geddel Vieira Lima (Governo) o pressionou para que o Iphan derrubasse uma decisão contrária à obra. Geddel disse na ocasião ter um apartamento no local.

A sentença da juíza Roberta Dias do Nascimento Gaudenzi acolhe pedido da ação civil pública movida pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil contra a Cosbat Empreendimentos e o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

A juíza evoca os princípios da prevenção e da precaução para justificar a decisão. Afirma ser necessário suspender a obra para evitar possíveis "efeitos deletérios" ao meio ambiente.

A sentença referenda a decisão do próprio Iphan, que na última semana determinou a suspensão das obras em processo administrativo que tramita no órgão.

O Iphan entende que o empreendimento está inserido numa área de entorno de bens tombados como o outeiro e a Igreja de Santo Antônio da Barra.

Além de determinar a paralisação das obras, a decisão também ordena a suspensão da venda dos apartamentos, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Com informações da Folhapress.

LEIA TAMBÉM: Centrais sindicais prometem protestos e greve na próxima sexta

Campo obrigatório