Prefeito de Chapecó e governador de SC lamentam acidente

Prefeito da cidade deve embarcar para Medellín no início da tarde desta terça

© Marcelo Camargo/Agência Brasil
Brasil COMOÇÃO 09:50 - 29/11/16 POR Notícias ao Minuto

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, lamentou o trágico acidente com o avião que transportava os integrantes do time da Chapecoense, entre outras pessoas, incluindo jornalistas convidados para acompanhar o início da Copa Sul-Americana, e informou que foi montado um comitê para atender os familiares das vítimas. Ele está em São Paulo e deve embarcar para Medellín no início da tarde de hoje (29).

PUB

Em nota divulgada pelo seu gabinete, Buligon disse que a prefeitura solidariza-se com todos os envolvidos. Eis a íntegra do comunicado:

“A respeito do acidente envolvendo a equipe da Chapecoense no início desta madrugada, a administração municipal informa oficialmente que o prefeito Luciano Buligon, convidado para acompanhar a delegação, não estava no voo. O prefeito está em São Paulo e embarcaria para Medelín, na Colômbia, nesta terça-feira (29-11), em voo comercial, para acompanhar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana. A prefeitura de Chapecó manifesta profunda preocupação com o lamentável ocorrido, solidariza-se com todos os envolvidos e aguarda novas informações”.

Governo de SC

Pelo Twitter, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (foto), disse que o momento é de união para amparar os familiares das vítimas. Ele escreveu que “esta terça-feira deixa uma marca muito profunda na alma dos catarinenses. O acidente com a comitiva da Chapecoense foi um choque para todos. Estávamos vendo esse time brilhar aqui nos nossos campos e em gramados de outros estados, de outros países. É um dia de muita dor, mas temos que ser fortes para ajudar as famílias dos jogadores, da comissão técnica e dos jornalistas que estavam no avião. É um momento de união dos catarinenses. Vamos pedir a Deus força para todos que estão sofrendo”. Com informações da Agência Brasil.

LEIA TAMBÉM: Avião da FAB levará familiares para identificar mortos na Colômbia

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X