Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Manifestações levam 487 mil às ruas em todo o Brasil

Protestos contra a corrupção ocorreram em 18 estados, mais o Distrito Federal, ao longo de todo o dia

Manifestações levam 487 mil às ruas em todo o Brasil
Notícias ao Minuto Brasil

19:05 - 04/12/16 por Notícias Ao Minuto

Brasil Contra a corrupção

As manifestações contra a corrupção e a favor da Operação Lava Jato, que ocorreram em todo o país, neste domingo (4), reuniram milhares de pessoas, em todo o país.

Segundo estimativa dos organizadores, nos municípios onde os atos ocorreram pela manhã, cerca de 487 mil pessoas foram às ruas. A Polícia Militar (PM) fala em 75 mil. Mas, vale destacar, algumas cidades ainda não divulgaram seus números, a exemplo do Rio de Janeiro, onde os manifestantes se concentraram em Copacabana.

Centenas de cidades em 18 estados, mais o Distrito Federal, realizaram protestos. Em São Paulo, onde a maior concentração de pessoas foi registrada, os organizadores apontam 200 mil participantes. A PM diz que foram 15 mil. Vestindo verde e amarelo e pedindo um basta aos crimes de corrupção, os manifestantes se concentraram na região da Avenida Paulista.

Em todo o Brasil, os participantes gritaram palavras de ordem e empunharam cartazes em apoio ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Lava Jato em primeira instância.

Os políticos que votaram a favor da tramitação, em regime de urgência, do projeto que estabelece medidas contra a corrupção foram lembrados. Gritos de "Fora Renan", apontado pelos manifestantes como um principais articuladores da desconfiguração do pacote anticorrupção, foram os mais ouvidos.

As manifestações foram convocadas após a Câmara dos Deputados aprovar por quase unanimidade o texto-base do pacote de dez medidas anticorrupção do Ministério Público e, depois, derrubar vários pontos importantes da proposta, durante uma votação polêmica, realizada na madrugada de 30 de novembro, quando o país inteiro estava "parado", em virtude da comoção causada pela tragédia com o avião da Chapecoense, que matou 71 pessoas, na Colômbia.

Leia também: Manifestantes jogam "ratos" em espelho d'água do Congresso

Campo obrigatório