Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Universitária denuncia apostila machista de cursinho de medicina

Medgrupo apenas respondeu à estudante baiana que é é "contra a agenda do politicamente correto"

Universitária denuncia apostila 
machista de cursinho de medicina
Notícias ao Minuto Brasil

05:49 - 17/02/17 por Notícias Ao Minuto

Brasil Bahia

Estudante de medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Heloísa Cohim denuncia o Medgrupo, cursinho para alunos de medicina, de adotar conteúdo machista em materiais distribuídos em 123 filiais do país. O foco da polêmica é a apostila "MED 2013: Síndromes de Transmissão Sexual".

Uma postagem de Heloísa, nas redes sociais, explica: "Comecei a utilizar alguns módulos do Medgrupo cedidos por colegas já residentes para estudar os conteúdos. No entanto, tive o desprazer de ser exposta a casos clínicos com comentários machistas e ilustrações que expõem o corpo feminino de maneira vulgar".

Na imagem, a doença vaginosa bacteriana é apresentada com o desenho de uma mulher seminua, com peixes em cima do corpo. Ao lado dela, um homem tapa o nariz com hashis, os palitos usados como tralheres na gastronomia oriental. Um médico teria ficado "tão enjoado" que o diagnóstico seria evidente. "Em outra narrativa, o cheiro de 'peixe podre' faria com que a mulher não conseguisse 'segurar namorado'", exemplifica.

Heloísa Choim não se limitou ao post. Em e-mail enviado ao Medgrupo, conforme a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, repetiu a denuncia e completou: "a última frase do caso relata que um dos testes necessários para o diagnóstico não foi realizado, porque o médico ficou 'tão enjoado' que o diagnóstico era evidente".

A resposta do Medgrupo foi confirmar a autoria do material e informar que é "contra a agenda do politicamente correto".

Leia também: Cliente recebe R$ 5 mil de indenização após achar barata na comida

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório