Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Fiocruz atende mulher que diz ter sido atacada com agulha em metrô

A suposta vítima teria sido uma mulher, de 31 anos, que disse ter sido espetada no braço por uma desconhecida na estação Central

Fiocruz atende mulher que diz ter sido
atacada com agulha em metrô
Notícias ao Minuto Brasil

09:50 - 19/02/17 por Notícias Ao Minuto

Brasil Rio de Janeiro

Uma carioca passou por momentos de tensão dentro do metrô em que estava, na última quarta-feira (15). Ela desconfiou ter sido espetada por uma agulha dentro do transporter público e foi à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Manguinhos, na Zona Norte do Rio. O caso só foi divulgado neste domingo (19).

A suposta vítima teria sido uma mulher, de 31 anos, que disse ter sido espetada no braço por uma desconhecida dentro do metrô do Rio, na noite de quarta. Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, ela só percebeu ao sair do vagão, na estação Central, que um dos braços estava sangrando.

A jovem foi encaminhada para a Fiocruz e, em seguida, tomou um coquetel antiaids e fez o teste rápido de HIV. Felizmente, o resultado deu negativo.

LEIA TAMBÉM: Bombeiros tentam apagar incêndio em indústria na Via Dutra

Campo obrigatório