Em dois anos, PF fez perícia em alimentos de um só frigorífico

Nem todas as 32 empresas denunciadas pela operação Carne Fraca são suspeitas de vender produtos impróprios para consumo

© Valter Campanato/Agência Brasil
Brasil Carne Fraca 05:18 - 20/03/17 POR Notícias Ao Minuto

Os dois anos de investigação da Operação Carne Fraca  analisaram somente os alimentos produzidos por um só frigorífico, a Peccin Agro Industrial, de Curitiba, responsável pelos produtos da marca Italli.

PUB

A apuração apontou a venda de carnes estragadas e o uso de estratégias para "maquiar" o cheiro dos alimentos podres. A falta de rotulagem e refrigeração também foram apontadas pela investigação da Carne Fraca. A Peccin nega as acusações.

De acordo com a Folha de S. Paulo, nem todas as 32 empresas denunciadas pela operação da PF são suspeitas de vender carnes impróprios para o consumo. É o exemplo da companhia BRF, dona dos produtos da Perdigão e Sadia, em que funcionários são acusados de oferecer benefícios a fiscais para afrouxar a inspeção das carnes.

Leia também: Churrascaria que serviu Temer usa carne de empresa investigada

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X