Mostra expõe placas em vias públicas com erros de português em SP

Batizada de "Selfie Service", a iniciativa tem o objetivo de expor as placas em uma exposição na unidade de ensino com a finalidade de corrigir os erros

© Arquivo pessoal
Brasil língua portuguesa 09:03 - 16/07/17 POR Notícias Ao Minuto

Você já deve ter reparado enquanto caminha pelas ruas placas como "sujeito à guincho" e "proibido a passagem de pedestres". O que muitos desconhecem, inclusive quem autoriza os cartazes nos espaços públicos, é que há erros de português drásticos nos alertas.

PUB

Para abordar justamente os vacilos com a língua portuguesa, um professor de português de uma faculdade de Sorocaba, no interior de São Paulo, criou um projeto inusitado. Batizada de "Selfie Service", a iniciativa tem o objetivo de expor as placas em uma exposição na unidade de ensino com a finalidade de corrigir os erros. Cerca de 200 alunos participaram do evento.

+ 'Quem vê minha despensa se assusta', diz educadora com salário atrasado

De acordo com informações do G1, foram expostos 31 trabalhos de erros que os estudantes encontraram, como sêde (ao invés de sede), açái (açaí), lotes a venda (à), area (área), a vontade (à), aluga-se salas (alugam-se), salaõ (salão), tras a pessoa amada (traz) e etc.

"Comunicar-se bem é uma habilidade que vai muito além de escrever um português correto. É uma prática que pode ser desenvolvida e que requer contínuo aprimoramento, afinal, provavelmente será uma condição essencial para o futuro desenvolvimento de qualquer profissional", afirmou o professor Anderson Fávero Rodrigues.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X