Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 23º

Edição

Melhor chef da América Latina fecha estande após fiscalização

Desperdício de mais de 160 quilos de queijo e linguiça fresca por 'falta de selo'

Melhor chef da América Latina fecha estande após fiscalização
Notícias ao Minuto Brasil

11:27 - 16/09/17 por Notícias Ao Minuto

Brasil Rock in Rio

Após ação da Vigilância Sanitária, o estande da chef Roberta Sudbrack, eleita a melhor da América Latina (2015), foi fechado no Rock in Rio, na sequência da primeira noite (15) do festival que se estende até o próximo domingo (24). A decisão teria partido da própria gaúcha, contrariada pelos fiscais terem apreendido 160 quilos de produtos, alegando como irregularidade a ausência de "selo de inspeção fiscal". Nas redes sociais, a chef lamentou a falta de bom senso e razoabilidade da ação.

"A vigilância sanitária do Rio de Janeiro invadiu o meu estande no Rock in Rio com mais de 15 pessoas e decretou que os queijos brasileiros, bem como a charcutaria brasileira da melhor qualidade, meus fornecedores há pelo menos 20 anos, não são bons o bastante para comercialização", comentou Sudbrack.

De acordo com o seu comunicado no Facebook, teriam sido jogados fora mais de 80 quilos de queijo dentro da validade, assim como 80 quilos de linguiça fresca, "previamente aprovada pelo controle do evento Rock in Rio". Todo o material de cozinha foi inspecionado pelos órgãos sanitários dos seus Estados, garante a gaúcha.

"O motivo? Faltava um carimbo, um selo, uma coisa qualquer. Estou fechando a minha operação no Rock in Rio porque a minha ética, o meu profissionalismo e as minhas convicções não me permitem ver uma cena dessas. Comida da melhor qualidade sendo jogada fora enquanto tantas pessoas morrem de fome no mundo", disse a chef.

Indignada não apenas pelo prejuízo, mas pela forma como a  inspeção foi conduzida, a profissional fez um apelo na internet para que a publicação fosse compartilhada a fim de "salvar a dignidade da gastronomia brasileira". Ela vai entrar com uma liminar na Justiça para salvar o restante da mercadoria estocada para doar tudo às pessoas que precisam.

"E me comprometo não só a doar, mas preparar essa comida da melhor qualidade, da qual eu me orgulho de servir há mais de 25 anos para quem precisa", completou.

Leia também: Motorista perde controle do carro e invade casa de show

Campo obrigatório