Meteorologia

  • 23 ABRIL 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Médico e ex-diretor do HC são denunciados por fraude em licitações

Segundo Procuradoria, prejuízo aos cofres públicos foi de cerca de R$ 4,8 milhões

Médico e ex-diretor do HC são denunciados por fraude em licitações
Notícias ao Minuto Brasil

16:10 - 14/12/17 por Notícias Ao Minuto

Brasil SP

Quatro pessoas foram denunciadas nesta quarta-feira (13) pelo Ministério Público Federal em São Paulo por desvio de recursos públicos na compra de marca-passos cerebrais. A Procuradoria estima que o prejuízo aos cofres públicos foi de cerca de R$ 4,8 milhões.

Segundo o 'G1', entre os denunciados estão o neurocirurgião do Hospital das Clínicas de São Paulo, Erich Talamoni Fonoff, e o ex-diretor administrativo do Instituto de Psiquiatria do HC Waldomiro Pazin. Ambos foram acusados de fraude a licitação e associação criminosa. Fonoff também foi denunciado por corrupção passiva.

O empresário Victor Dabbah, dono da empresa Dabasons, e Sandra Regina Dias Ferraz, representante comercial da mesma empresa, também foram denunciados por corrupção ativa, fraude a licitação e associação criminosa.

+ Governo federal diminui exigências para construção de presídios

As denúncias foram originadas pela Operação Dopamina, deflagrada em 18 de julho de 2016 pela PF e pela Procuradoria, com o objetivo de desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos públicos na compra de marca-passos cerebrais usados principalmente em cirurgias para o tratamento de Parkinson.

A investigação começou após pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), que eram atendidos pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, relatarem que estavam sendo induzidos a acreditar que havia necessidade de realização de cirurgias urgentes para implantes de marca-passos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório