Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Apagão em 13 estados deixa 70 milhões sem luz

O apagão teve início às 15h48 e atingiu todos os estados do Nordeste, além de Amazonas, Pará, Tocantins e Amapá. No Sudeste e no Centro-Oeste, houve impactos isolados

Apagão em 13 estados deixa 70 milhões sem luz
Notícias ao Minuto Brasil

01:36 - 22/03/18 por Folhapress

Brasil energia

Uma falha no sistema de transmissão da energia da usina de Belo Monte deixou cerca de 70 milhões de pessoas sem luz nessa quarta-feira (21). O problema foi causado por um disjuntor na subestação Xingu, no Pará, inaugurada há apenas três meses.

O apagão teve início às 15h48 e atingiu todos os estados do Nordeste, além de Amazonas, Pará, Tocantins e Amapá. No Sudeste e no Centro-Oeste, houve impactos isolados.

Até as 19h45, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) ainda atuava para restabelecer a energia no Nordeste. "Não estamos satisfeitos com o tempo de recomposição, mas esse procedimento precisa ser feito com cautela", disse o diretor-geral do órgão, Luiz Eduardo Barata.

+ Ministro de Minas e Energia diz que não há riscos de novo apagão

O sistema de transmissão de Belo Monte foi inaugurado em dezembro de 2017 e acabou de passar por testes para atingir sua capacidade máxima, de 4 mil megawatts (MW) -no momento da falha, estava em 3,7 mil MW.

A falha do disjuntor retirou a usina do Sistema Interligado Nacional (SIN), que é o conjunto de redes de transmissão de energia do país. Como procedimento de proteção, as redes das regiões Norte, Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste foram isoladas umas das outras.

O impacto foi maior nas duas primeiras porque o Norte ficou com mais energia do que sua rede suporta e o Nordeste é dependente de energia de outras regiões –nesta quarta, cerca de 30% da energia consumida pelos nordestinos veio de outros estados.

Em Salvador e Recife, o apagão provocou a interrupção das viagens do metrô e de trens urbanos.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) disse que foi informada de interrupções nas redes de telefonia móvel nas regiões Norte e Nordeste.

"Ficamos sem vender por duas horas", lamentou Erica Sampaio, gerente de um dos restaurantes do aeroporto de Salvador, que ficou sem luz às 15h50 e só teve o fornecimento completamente restabelecido às 18h.

"A internet do celular está muito ruim, mas pior é o calor", disse o engenheiro Amadeu Faria, 31, que estava de passagem pela capital baiana.

País

Distribuidoras de estados do Sudeste e Centro-Oeste receberam a determinação de cortar parte de seus clientes para proteger o resto do país do apagão.

A Eletropaulo informou que as regiões norte, leste e parte do ABC foram atingidas. No Rio, a Light cortou a luz de 321 mil clientes nas zonas oeste e norte da capital e em municípios do interior.

Barata disse que, apesar do problema, considera que o sistema elétrico brasileiro está em situação confortável.

No momento do apagão, o país consumia cerca de 70 mil (MW) de energia, menos da metade da capacidade de geração, que é de cerca de 150 mil MW, disse ele. A falha no disjuntor derrubou um consumo de 18 mil MW no Norte e Nordeste e 4,2 mil MW no Sudeste e Centro-Oeste.

O sistema de transmissão de Belo Monte é operado chinesa State Grid. Em nota, a empresa informou que preliminarmente o problema foi provocado por mau funcionamento da proteção do disjuntor. A empresa diz que o sistema foi reiniciado às 16h11. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório