Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Página de Alckmin 'trolla' eleitores de Bolsonaro com antipropaganda

"Topa fazer uma pesquisa no Google?", pergunta robô da campanha do ex-governador de SP a bolsonaristas

Página de Alckmin 'trolla' eleitores de Bolsonaro com antipropaganda
Notícias ao Minuto Brasil

19:49 - 14/06/18 por Folhapress

Brasil resposta pronta

A página de Facebook do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) tem uma resposta pronta para quem entrar em alguma publicação do tucano e escrever, por exemplo, "Bolsonaro 2018".

Em meio às movimentações do paulista para se contrapor ao adversário Jair Bolsonaro (PSL-RJ), sua equipe de redes sociais programou o envio automático de uma mensagem na rede social para o usuário que escrever algo que seja lido por um robô como apoio ao deputado federal.

"Topa fazer uma pesquisa no Google?", questiona o texto-padrão encaminhado no Messenger a bolsonaristas que vão à página de Alckmin exaltar o capitão da reserva do Exército. Um link disponível após a pergunta leva a uma busca com a expressão "motivos para votar Bolsonaro".

Aí vem a "trollagem" (gíria na internet para brincadeira que pode soar irritante ou ofensiva). O resultado que aparece no alto da pesquisa, como primeira opção, é o de um site que, ao ser aberto, exibe em letras grandes a frase: "Não existe nenhum".

A página de antipropaganda existe desde 2016 e é de autoria desconhecida. A reportagem apurou que a resposta a apoiadores de Bolsonaro começou a ser enviada nos últimos dias e coincidiu com a subida de tom nas declarações de Alckmin sobre o adversário, que hoje lidera as pesquisas de intenção de voto nos cenários sem o ex-presidente Lula (PT).

Para evitar uma crítica mais direta, que pudesse causar problemas nesta fase da eleição, os colaboradores do tucano na área digital optaram por uma mensagem sutil, que incentiva, em tese, uma busca sobre razões para votar no concorrente.

Essa resposta pelo Messenger não é manual. É enviada por um robô (chamado no meio digital de bot), programado para reagir a determinados estímulos -no caso, quando a pessoa digita Bolsonaro e outra expressão, como "2018" ou "presidente".

A mensagem enviada para a caixa de entrada do usuário no próprio Facebook diz: "Hmm, acho que você deixou um comentário em favor da candidatura do Bolsonaro na nossa página, não é mesmo? Nós da #equipeGA queremos te fazer uma proposta".

Em seguida vêm a sugestão sobre a pesquisa e o link para o Google. Diferentemente do conteúdo do primeiro resultado, as demais páginas exibidas na busca listam, de fato, motivos favoráveis ao voto no parlamentar. São sites que reúnem características (conservador, cristão, honesto, armamentista, anti-PT) que justificariam sua escolha.

Presidenciável mais popular no Facebook, Bolsonaro tem 5,4 milhões de seguidores. Alckmin possui quase 907 mil, mas vem se esforçando para aumentar o número.

Além do bot que repele bolsonaristas, a campanha do tucano usa um robô na rede social que envia automaticamente, neste caso a correligionários, mensagens sobre suas propostas e seu plano de governo.

A ferramenta também é usada para compartilhar posicionamentos do ex-governador e links para vídeos de sua campanha presidencial.

No levantamento mais recente do Datafolha, Bolsonaro tinha 17% das intenções de voto, enquanto Alckmin alcançava 7%, no cenário em que Lula não entra na disputa. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório