Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Testemunha relata tensão em morte no Beach Park: 'Não fomos alertados'

Havia sinalização de peso máximo na entrada do brinquedo, mas testemunha conta que funcionários não fizeram qualquer alerta ou avaliação antes da descida

Testemunha relata tensão em morte no Beach Park: 'Não fomos alertados'
Notícias ao Minuto Brasil

11:55 - 17/07/18 por Notícias Ao Minuto

Brasil fortaleza

Uma testemunha do acidente que matou o radialista Ricardo José Hilário da Silva, de 43 anos, no Beach Park, em Fortaleza, relatou momentos de tensão durante a descida do toboágua e afirmou que ninguém foi alertado sobre os riscos.

Em entrevista à Rede Globo, Matheus Sena contou que descia no toboágua ao lado da namorada, Michele Laverde, de Ricardo e de um outro homem.

Segundo ele, havia um alerta indicando que o peso das pessoas que estavam na boia não podia ultrapassar 320. No entanto, mesmo tendo uma pessoa de porte físico grande no grupo, a equipe de funcionários não fez qualquer alerta ou avaliação antes da descida. “Parecia que estava tudo ok, mas tinham que ter alertado sobre o risco”, reclamou.

A testemunha disse ainda que conheceu a vítima na entrada do brinquedo. Ele estava sozinho e pediu para compartilhar a boia, pois a atração, chamada Vainkará, exige que quatro pessoas desçam juntas.

Foi um desespero muito grande. A gente tentou ajudar como podia. A minha namorada sofreu uma pancada forte no peito e no braço, ainda está ruim pra ela respirar.”

+ Conheça o brinquedo onde ocorreu o acidente no Beach Park

Ainda segundo Mateus, o parque só socorreu Ricardo e não prestou qualquer atendimento às demais vítimas, com ferimentos mais leves. “Eles deram um suporte primeiro para o Ricardo, que estava mais grave, mas nós que tínhamos condições de andar fomos humilhados, sem atendimento. A família dele, que desceu logo em seguida, ficou mais de 30 minutos sem notícias”, contou.

O acidente aconteceu na tarde de segunda-feira (16). Ricardo descia o toboágua “Vainkará” ao lado das outras três pessoas. Após curva, a boia subiu mais do que deveria. A vítima caiu e bateu a cabeça na superfície do toboágua.

"Ele [Ricardo] caiu do meu lado, desmaiou na hora. Segurei ele, mas a água foi me puxando, fui levantando ele pra não engolir água. Os salva-vidas demoraram pra chegar e ajudar", contou.

A atração, que foi inaugurado na semana passada, está fechada até que as investigações sejam concluídas.

Em nota, o Beach Park lamentou a morte do turista e disse que está dando todo o suporte à família. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório