Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Explosão na Usiminas provoca abalo de 1,86 grau na escala Richter

Tremor assustou moradores da região; 34 funcionários e prestadores de serviço da usina ficaram feridos

Explosão na Usiminas provoca abalo de 1,86 grau na escala Richter
Notícias ao Minuto Brasil

06:05 - 11/08/18 por Notícias Ao Minuto

Brasil Ipatinga

Uma explosão na Usiminas, em Ipatinga, na Região do Vale do Aço (MG), nessa sexta-feira (10), assustou os moradores e deixou centenas de feridos. Um abalo sísmico foi sentido em vários bairros perto da usina. O tremor registrado pelo observatório sismológico da Universidade de Brasília (UnB) foi de 1,86 grau na escala Richter, considerado de baixa intensidade.

“A gente nunca viu uma explosão daquela, né. Com negócio de terremoto em vários lugares, a gente ficou preocupado que podia ser um tremor de terra”, contou ao G1 o comerciante Onofre Oliveira.

A explosão destruiu um tanque de gás e gerou uma grande nuvem de fumaça. A Usiminas foi imediatamente evacuada.

Ao todo, 34 pessoas ficaram feridas, entre funcionários e prestadores de serviço. Eles foram levados para um hospital da região, nenhum em estado grave. De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma vítima teve ferimento no rosto, outra teve suspeita de intoxicação e as demais apresentaram mal súbito decorrente de pânico ou inalação de gás. Algumas pessoas foram liberadas do hospital já na noite de sexta.

+ Morador registra vídeo após explosão de usina da Usiminas em MG

Ainda segundo os bombeiros, as causas do acidente serão apuradas.

Como publicado pelo G1, o gasômetro que explodiu tinha uma mistura de gases utilizada na produção de aço, denominada LDG (Linz Donawitz Gás), também chamado gás de aciaria. Outros dois tanques que ficam próximos ao que explodiu foram "inertizados". O material não é tóxico, sendo que o principal componente é o monóxido de carbono.

Medições da quantidade de gás na região mostraram que a área está em segurança, não sendo necessária a retirada de moradores de bairros próximos. Por segurança, a Polícia Militar retirou alunos de escolas vizinhas logo após a explosão. Várias lojas também fecharam as portas.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório