Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

12 anos separados, homem recebe rim da ex-mulher: 'Agora somos irmãos'

Casado novamente, transplantado conta que levou 'um baque' quando soube do 'gesto de amor' da doadora

12 anos separados, homem recebe rim da ex-mulher: 'Agora somos irmãos'
Notícias ao Minuto Brasil

11:34 - 08/12/18 por Notícias Ao Minuto

Brasil transplante

Uma mulher decidiu doar um dos seus rins ao ex-marido quando soube que ele sofria de uma doença que afetava o órgão. "Éramos esposo e esposa, agora somos irmãos de sangue", disse o transplantado.

Como conta o 'G1', Claus Ziegelmaie recebeu o rim de Beth Caperclaro em um hospital de Londrina no dia 30 de novembro. Claus já deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas permanece internado.

Entre namoro e casamento, o relacionamento deles durou 17 anos. Sem filhos, os dois decidiram se separar. Claus se casou novamente.

Há quatro anos, o homem descobriu uma doença nos rins e passou a fazer sessões de hemodiálise três vezes por semana, quatro horas por dia. Foi quando os médicos indicaram um transplante e a família saiu em busca de doadores.

+ Bebê de 9 meses é encontrado morto em lixeira no DF

Durante a busca, Amanda Ziegelmaier, atual mulher de Claus, encontrou Beth na rua. “Foi um dia que eu estava muito mal e conversei com ela. Ela queria saber como o Claus estava e, neste dia, ela falou que queria pelo menos tentar fazer o exame para ver se podia ajudar ele de alguma forma”, contou Amanda.

A ex-mulher fez os exames e descobriu ser compatível para a doação. Ela disse que decidiu fazer a doação "por gratidão". “Dezessete anos junto com uma pessoa que nunca fez isso aqui de mal [fazendo um gesto com as mãos]. Então eu acho que eu devia isso a ele como agradecimento da pessoa que ele foi para mim no passado.”

Claus conta que se surpreendeu com a atitude de Beth. “No começou eu levei até um baque quando minha esposa falou, porque é um gesto de amor. Não de quem menos espera, mas nós tivemos uma vida juntos e fomos separados pelo destino, e o destino nos uniu de novo".

"Agora ele virou meu irmão, filho do meu pai (risos) filho do meu pai e da minha mãe, deixou de ser genro para ser irmão agora", brincou Beth.

Já Amanda afirma que só tem a agradecer: "Não existem palavras para agradecer o que ela fez. Ainda não inventaram essa palavra. É uma gratidão que a gente vai levar pro resto das nossas vidas".

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório