Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Homens que fizeram vídeo preconceituoso sobre Nordeste pedem desculpas

'Infeliz e de péssimo gosto', afirmaram os rapazes

Homens que fizeram vídeo preconceituoso sobre Nordeste pedem desculpas
Notícias ao Minuto Brasil

16:50 - 10/01/19 por Notícias Ao Minuto

Brasil Preconceito

Um vídeo com homens fazendo comentários sobre a região Nordeste e os nordestinos circula nas redes sociais e está causando revolta. Após a repercussão das imagens, os protagonistas do vídeo divulgaram uma nota pedindo desculpas pelo episódio.

O empresário Lucas Campos, de 32 anos, classificou o ato como uma brincadeira “infeliz e de péssimo gosto”.

Nas imagens ele aparece em uma roda de amigos comemorando a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência da República. "Ele (Bolsonaro) falou que é o seguinte: agora é faca na caveira; A gente não vai mais suportar esse pessoal do Acre, de Roraima, do Norte”, disse.

Gestão Bolsonaro vai apurar mudanças em edital de livros didáticos

O amigo Vinícius Raposo, veterinário de 29 anos, que veste uma camisa do Atlético mineiro, ainda completa: “Essa galera do Nordeste”.

Em seguida, Lucas concorda: "Exatamente, a gente tá cansado de produzir e aí vai lá e mula e aí vai lá, não sei o que, não tem água...", declara.

A nota divulgada pelos dois afirma que eles não tiveram a intenção de agredir verbalmente “qualquer pessoa ou grupo de pessoas, tampouco quisemos expressar ali um sentimento de ódio, preconceito, discriminação ou incitação de violência. Nunca foi nossa intenção”.

O Estado de Minas conversou com Lucas Campos, que afirma já ter recebido ameaças por meio de mensagens nas redes sociais.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Vimos, através da presente nota, pedir desculpas e retratar-nos do conteúdo do vídeo gravado em 30/12/2018 e viralizado nos últimos dias. Em momento algum, tivemos a intenção de agredir verbalmente qualquer pessoa ou grupo de pessoas, tampouco quisemos expressar ali um sentimento de ódio, preconceito, discriminação ou incitação de violência. Nunca foi nossa intenção. Aludido vídeo foi gravado em uma roda de amigos, e visava uma brincadeira privada, brincadeira essa que, reconhecemos ser infeliz e de péssimo gosto. Veiculada de forma descontextualizada, tomou proporções inimagináveis, motivo pelo qual, de pronto, a rechaçamos e manifestamos total retratação. Reiteramos o pedido de sinceras desculpas a todos aqueles que, por qualquer motivo, se sentiram ofendidos com as palavras ditas por nós, que não condizem com as nossas convicções. Independentemente disso, no entanto, pedimos desculpas a todas as pessoas que de alguma forma foram atingidas pelo conteúdo desse vídeo e expressamos aqui a nossa certeza de que esse tipo de assunto não deve ser motivo de brincadeiras, mesmo que internas. Lucas Campos e Vinicíus Raposo

Campo obrigatório