Meteorologia

  • 27 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Parentes dos mortos na maior chacina do Rio fazem ato na Dutra

Há 14 anos, 29 pessoas sem antecedentes criminais foram assassinadas na Baixada Fluminense; PMs são acusados no crime

Parentes dos mortos na maior chacina do Rio fazem ato na Dutra
Notícias ao Minuto Brasil

12:02 - 31/03/19 por Notícias Ao Minuto

Brasil Manifestação

Parentes dos 29 mortos da maior chacina do Rio de Janeiro, ocorrida no dia 31 de março de 2005, entre Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense, realizaram um ato neste domingo (31), na Rodovia Presidente Dutra.

Com placas semelhantes às criadas para homenagear a vereadora Marielle Franco, eles empunhavam os dizeres "Rua Nossos Mortos Têm Voz".

"Ela nos deu voz. Agora, a gente está aqui pra também dar voz a ela. Não queremos que a chacina caia no esquecimento. Jovens ainda estão morrendo e desaparecendo na Baixada", denuncia Luciene Silva, mãe de uma das vítimas.

+ Witzel: 'Atiradores de elite já estão sendo usados contra traficantes'

Os 29 mortos eram crianças, estudantes, comerciantes, desempregados, funcionários públicos, marceneiros, pintores e garçons que não tinham antecedentes criminais e foram executados por policiais militares.

De acordo com informações do portal G1, 11 deles foram denunciados pelo Ministério Público. Cinco foram a júri popular, outros dois foram acusados apenas por formação de quadrilha, e os demais estão soltos, pois não foram encontrados indícios suficientes para incriminá-los.

Campo obrigatório