Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Belo tem arrecadações de shows bloqueadas por dívida com ex-jogador Denilson

No começo dos anos 2000, Denilson comprou os direitos da banda Soweto e Belo, o então vocalista, pediu para sair da banda

Belo tem arrecadações de shows bloqueadas por dívida com ex-jogador Denilson
Notícias ao Minuto Brasil

14:00 - 24/06/21 por Folhapress

Fama Justiça

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça de São Paulo bloqueou as arrecadações de dois shows feitos pelo o cantor Belo, 47, no Dia dos Namorados, por causa de uma dívida de mais de R$ 5 milhões que ele tem com o ex-jogador e comentarista da Band Denilson de Oliveira Araújo, 43.

De acordo com documento processual do Tribunal de Justiça de São Paulo, datado do dia 17 de junho, "cabe o cumprimento da determinação judicial no sentido de promover a transferência dos valores obtidos com a venda dos ingressos referentes a apresentação Belo in Concert no prazo improrrogável de cinco dias".

Os dois se estranham desde o começo dos anos 2000 quando Denilson comprou os direitos da banda Soweto e Belo, o então vocalista, pediu para sair da banda, sendo processado pelo ex-futebolista por danos morais.

De lá para cá, Denilson tenta por diversas vezes receber o dinheiro. Em dezembro de 2019, ele entrou na Justiça de São Paulo para que a renda do cantor em plataformas musicais fosse bloqueada. A causa está ganha e não cabem mais recursos.

"O caso do Soweto, que é lá no passado, já é uma causa ganha, só estou esperando ele me pagar. A Justiça já me deu causa ganha, agora está nas mãos dele, em poder me pagar ou não", disse o ex-jogador em entrevista ao programa TV Fama naquele ano.
Procurado, Belo não respondeu as solicitações até a publicação deste texto.

Mais recentemente, em fevereiro, ele foi preso pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro, durante a Operação É o que eu Mereço, que recebeu esse nome em alusão a uma canção do pagodeiro. Ele era investigado pela realização de um show em uma escola pública estadual no Complexo da Maré, zona norte do Rio, durante a pandemia.

A apresentação se estendeu até a manhã do dia seguinte, dentro do Ciep (Centro Integrado de Educação Pública) Professor César Pernetta, e não teve autorização da Secretaria de Estado de Educação. Os responsáveis foram acusados de promover aglomeração e pela invasão.

Belo passou uma noite preso e foi solto por volta das 11h30 do dia 18 de fevereiro . A saída gerou tumulto com acúmulo de gente em frente à delegacia.

Belo já se viu envolvido em outras polêmicas. Ele também foi acusado de estelionato em 2013. Segundo informações do jornal Extra, o cantor teria pedido um empréstimo de R$ 50 mil a uma vítima nesta época, com a intenção de quitar uma dívida, e deveria devolver o valor dentro do prazo de dois meses.

O jornal dizia que constava no boletim de ocorrência da vítima que ela tentou contato via celular por anos com o cantor, sem nunca receber o pagamento. Sem êxito, ela recorreu à queixa.

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório