Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Gabby Petito: Noivo se matou com tiro na cabeça, diz advogado da família

A hipótese de que ele havia tirado a própria vida foi divulgada pela polícia de Sarasota, na Flórida, no início do mês

Gabby Petito: Noivo se matou com tiro na cabeça, diz advogado da família
Notícias ao Minuto Brasil

05:52 - 24/11/21 por Folhapress

Mundo GABBY-PETITO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Brian Laundrie, 23, noivo influenciadora digital Gabby Petito, 22, cometeu suicídio com um tiro na cabeça, disse nesta terça-feira (23) o advogado da família, Steven Bertolino. A hipótese de que ele havia tirado a própria vida foi divulgada pela polícia de Sarasota, na Flórida, no início do mês.

Bertolino falou ao The Post que os pais de Laundrie foram informados sobre a causa da morte do filho. "Chris e Roberta ainda estão de luto pela perda de seu filho e têm esperança de que essas descobertas tragam um desfecho para ambas as famílias."

Um antropólogo forense determinou que a forma de morte foi suicídio, mas Bertolino e o FBI não tinham mencionado anteriormente o envolvimento de uma arma. Os pais do jovem deram falta de uma pistola ao oferecer armas da casa para a polícia, em setembro.

"Enquanto a polícia estava na casa de Laundrie em 17 de setembro para preencher o relatório de desaparecimento de Brian, nos oferecemos para entregar todas as armas da casa para evitar qualquer possível problema no futuro", disse o advogado.

Os restos mortais de Laundrie foram encontrados no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, em North Port, Flórida, no dia 21 de outubro. Na época, o FBI disse que uma comparação de registros dentários confirmou que os restos mortais eram do noivo de Petito. Mas nesta terça-feiira (23), foi divulgado que foi feita uma "análise de DNA".

Laundrie e Petito deixaram Nova York em julho para viajar de carro pelo oeste dos EUA por quatro meses, após ela deixar seu emprego. Eles compartilhavam nas redes sociais fotos sorridentes em uma viagem que parecia idílica.

No entanto, em 1º de setembro, Laundrie voltou sozinho para casa de sua família em North Port, onde o casal morava. O caso atraiu enorme atenção da mídia, impulsionada pela descoberta do corpo de Petito em Wyoming, e o anúncio de que ela morreu por estrangulamento.

Pouco depois de seu retorno à Flórida, Laundrie desapareceu após se recusar a responder às perguntas da polícia. Seus pais e a polícia se reuniram para tentar localizar o jovem em Carlton, no oeste da Flórida.

UM VÍDEO PREOCUPANTE

O caso de Petito começou a repercutir na internet quando sua família relatou seu desaparecimento em 11 de setembro, alegando que não a viam desde o final de agosto.

Um vídeo divulgado pela polícia em Moab, uma pequena cidade em Utah, levantou suspeitas em torno de Laundrie. Nas imagens, Petito aparece chorando em um carro, depois que a polícia atendeu uma denúncia de violência doméstica envolvendo o casal, em 12 de agosto.

O desaparecimento da mulher e a consequente busca pelo namorado causaram uma onda de publicações nas redes sociais, onde usuários se mobilizaram para tentar encontrar Petito.

Quanto a Laundrie, a polícia recebeu ligações em todo o país de pessoas que acreditavam tê-lo visto após sua fuga. A história é tristemente comum em um país onde centenas de milhares de pessoas desaparecem todos os anos.

Porém, a atenção midiática recebida pelo caso gerou polêmica sobre a atenção desproporcional dada aos desaparecimentos de mulheres brancas em comparação com aquelas de origem minoritária.

Campo obrigatório