Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'É injusto usar a arte do outro e não pagar', diz Menescal

A proposta prevê isentar a cobrança sobre músicas executadas em quartos de hotéis e cabines de barcos turísticos

'É injusto usar a arte do outro e não pagar', diz Menescal
Notícias ao Minuto Brasil

16:00 - 26/11/19 por Estadao Conteudo

Cultura Medida Provisória

Um dos fundadores da Bossa Nova, o músico Roberto Menescal teme que a medida provisória (MP) "A Hora do Turismo" estimule cortes de arrecadação de direitos autorais além do previsto na proposta do governo. "Na hora que você corta, falam: então corta também do restaurante, da portaria, aí vai cortando... O perigo é esse: abrir a porta."

Menescal é presidente da Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus). O músico compôs "O Barquinho", entre outras referências da Bossa Nova.

A proposta prevê isentar a cobrança sobre músicas executadas em quartos de hotéis e cabines de barcos turísticos. "Acho injusto usar a arte do outro e não querer pagar por ela."

Para Menescal, o valor sobre cada quarto de hotel é baixo, mas importante para a classe artística. O músico disse que buscará diálogo com o governo. "A gente vai tentar bater um papo. Vem cá, vamos sentar aqui e a gente resolve. Está faltando só isso."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Campo obrigatório