Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após morte, Nick Cordero terá álbum lançado no dia de seu aniversario

Kloots afirmou que Cordero trabalhou "muito duro" em seu projeto, que consiste nos registros de dois shows do artista realizados no ano passado, em Nova York (EUA)

Após morte, Nick Cordero terá álbum lançado no dia de seu aniversario
Notícias ao Minuto Brasil

09:47 - 23/07/20 por Folhapress

Cultura Póstumo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nick Cordero, 41, morto no início do mês após uma longa batalha contra a Covid-19, vai lançar um álbum póstumo na data em que completaria 42 anos, no dia 17 de setembro.

O disco "Live Your Life" ("Viva a sua Vida", em português) já tinha sido gravado pelo artistas em 2019.

A novidade foi anunciada pela esposa do cantor, Amanda Kloots, com quem ele deixou um filho, Elvis, de 1 ano. "Nick ficaria absolutamente em êxtase ao ouvir esta notícia", escreveu a bailarina em uma postagem no Instagram.

Kloots afirmou que Cordero trabalhou "muito duro" em seu projeto, que consiste nos registros de dois shows do artista realizados no ano passado, em Nova York (EUA). "Fiquei tão orgulhosa dele quando o assisti no palco naquelas duas noites. Ele criou tudo nesta apresentação do zero, escolhendo cada música para contar uma história... a história dele.".

"Live Your Life" irá trazer uma "mistura de músicas da Broadway com convidados divertidos, canções pop, clássicos norte-americanos e um pouco de música latina", contou Kloots. A canção-título, é uma composição original que Nick lançou em 2018.

Cordero foi indicado aos principais prêmios do teatro, como o Tony Awards, em 2014, por seu papel em "Bullets Over Broadway". Foi durante a apresentação dessa peça também que ele conheceu Kloots, tendo se casado em 2017. Os dois têm um filho, Elvis, que completou 1 anos enquanto o pai estava internado.O ator também fez alguns papéis na televisão, como nas séries "Blue Bloods" e "Lei e Ordem: Unidade de Vítimas Especiais".

BATALHA PELA VIDA

Nick Cordero foi hospitalizado em meados de março no Hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Durante 95 dias, ele lutou contra o novo coronavírus. Em abril, o ator chegou a ser colocado em um respirador e sofreu várias complicações, como a amputação da perna direita;O artista chegou a ser retirado do respirador, mas seus pulmões estavam bastante comprometidos.

Amanda Kloots chegou a dizer em entrevista ao canal americano CBS que os pulmões de Cordero estavam semelhantes a de uma pessoa que havia fumado por 50 anos, e possivelmente ele precisaria de um transplante duplo de pulmão.

Campo obrigatório