Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Brasileiros brilham em novela portuguesa indicada ao Emmy

A novela Na Corda Bamba representa Portugal no Emmy, mas tem brasileiros na produção e elenco.

Brasileiros brilham em novela portuguesa indicada ao Emmy
Notícias ao Minuto Brasil

14:45 - 28/09/20 por Notícias Ao Minuto Brasil

Cultura Emmy

Os indicados ao Emmy foram anunciados na semana passada e o Brasil teve sete obras selecionadas pela Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão. Ao todo, produções de 20 países estão na lista de indicações. Mas o que pouca gente sabe é que o Brasil também está representado na novela Na Corda Bamba, que concorre por Portugal. O autor da novela é Rui Vilhena, que tem ainda na equipe e no elenco nomes consagrados da TV brasileira.

Rui é moçambicano, mas foi para o Brasil ainda criança. Fez novelas em Portugal, como Terra Mãe, Tempo de Viver e Olhos nos Olhos e no Brasil foi colaborador de Aguinaldo Silva em Fina Estampa e autor de Boogie Oogie.

Agora, morando em Lisboa, Vilhena concorre pela primeira vez a um Emmy. “Primeiro fiquei em estado de choque, foi uma euforia ser indicado ao prêmio máximo da televisão. Sabia que existia uma hipótese de ser indicado, mas foi inesperado porque você concorre com o mundo inteiro”, comemora.

Para ele, o sucesso do trabalho também se deve a toda equipe. Entre eles, o diretor de televisão Marcos Schechtman. “O Marcos fez um trabalho incrível! Eu queria um diretor estrangeiro na novela, porque eu queria uma fotografia diferente, não queria mais do mesmo”. Schechtman já foi premiado ao Emmy ao lado de Glória Perez, em 2009, pela novela Caminho das Índias.

Apesar de toda a experiência de Vilhena e Schechtman, a novela também abriu portas para novos talentos. E todos comemoram juntos a indicação ao Emmy. O roteirista carioca Vinicius Dias fez sua estreia em Na Corda Bamba. “Tive a oportunidade de colaborar na criação das escaletas que, em linhas gerais, é a estrutura de cada capítulo. Foi um aprendizado incrível sobre como se conduz a narrativa de uma telenovela. Devo muito ao Rui Vilhena pela chance e por todos os ensinamentos, mas não posso deixar de agradecer a Joana Jorge que, mesmo envolvida em outros projetos na época, generosamente nos apoiou muito no que foi possível”, afirma.

“Além de ser um autor brilhante, o Vilhena estimula um ambiente colaborativo onde o foco está sempre em fazer o melhor capítulo. É por isso que a indicação ao Emmy é tão comemorada por toda a equipe: o sentimento é realmente de uma conquista coletiva”, conta Dias.

Outra estreante é a roteirista carioca Hérica Marmo. “Foi uma sorte imensa ter feito a estreia numa novela do Rui Vilhena. Além de ser um gênio na criação de histórias e dominar o formato como poucos, é uma pessoa muito generosa, que inspira e estimula quem está à sua volta. Todo mundo na equipe de roteiristas sempre soube, desde o começo, da alta qualidade do que estava sendo feito”, afirma. “A indicação ao Emmy endossa esse nosso sentimento de que fizemos algo grande”, define Hérica.

Intercâmbio

Na Corda Bamba foi transmitida pela TVI, de setembro de 2019 a maio de 2020. Produzida pela Plural Entertainment, com filmagens na Ilha da Madeira e em Lisboa, também tinha brasileiros no elenco. Rui Vilhena uniu na sua novela, depois de quarenta anos, os atores Edwin Luisi e Lucélia Santos, que protagonizaram o grande sucesso A Escrava Isaura, em 1978.

Mas mesmo com a participação de brasileiros, ele faz questão de frisar que a maioria era portuguesa. “Na Corda Bamba é um produto 100% português. Tinha muito mais português do que brasileiro na equipe. Eu trouxe umas quatro pessoas do Brasil. Todo o resto da equipe, figurino, câmeras, edição e atores era de portugueses. Esse intercâmbio é sempre bom. Os brasileiros aprenderam muito aqui. É uma troca, uma nova visão, abre uma janela para o novo”, afirma Vilhena.

Além de Na Corda Bamba, concorrem ao prêmio de melhor Telenovela a brasileira Órfãos da Terra, a chinesa Chen Xi Yuan, e a argentina Pequeña Victoria. Os vencedores serão conhecidos no dia 23 de novembro.

Campo obrigatório