Atividades gratuitas estimulam interesse das crianças pela leitura

Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos, além das Fábricas de Cultura, realizam ações educativas entre os dias 18 e 30 de abril

© Reuters
Cultura DIA DO LIVRO 10:49 - 18/04/17 POR Notícias Ao Minuto

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo promove diversas atividades para destacar o Dia Nacional do Livro Infantil, celebrado na próxima terça-feira (18). A iniciativa pretende despertar o interesse das crianças pelas publicações impressas, a partir de ações interativas, de 18 a 30 de abril.

PUB

Instituições como as Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos, além das Fábricas de Cultura, desenvolveram maneiras de deixar a leitura mais descontraída. Contações de histórias, brincadeiras, músicas e tecnologias são algumas das propostas para estimular o costume de manusear as obras.

Projetos semanais

Semanalmente, as Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos realizam duas atividades gratuitas voltadas ao público infantil: a Hora do Conto e o Lê no Ninho. A Hora do Conto apresenta companhias de contação de histórias, como os grupos Girasonhos e Mãos de Fada, que interpretam textos modernos e clássicos da literatura infantojuvenil, com fantasias e cenários.

Já o projeto Lê no Ninho foi elaborado para bebês e crianças entre seis meses e quatro anos. Com duração de 45 minutos, as sessões permitem que os pequenos tenham o contato inicial com as publicações por meio de livros-brinquedos, fantoches e chocalhos. A tecnologia também faz parte do programa, que passou recentemente a usar tablets.

Um dos objetivos das ações é estimular que os pais repitam as experiências em casa. “A criação de vínculos afetivos, com o incentivo de que o adulto leia para um jovem, e a seleção de conteúdos adequados são essenciais nessas missões”, ressalta Pierre André Ruprecht, diretor-executivo da SP Leituras, organização social responsável pela gestão das Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos.

Desenvolvimento dos jovensAs Fábricas de Cultura promovem atividades como contação de histórias, saraus e rodas de conversa nas bibliotecas das dez unidades do projeto, localizadas no Parque Belém, Vila Curuçá, Cidade Tiradentes, Itaim Paulista, Sapopemba, Vila Nova Cachoeirinha, Jaçanã, Brasilândia, Jardim São Luís e Capão Redondo.

De acordo com Mônica Rodrigues, educadora da Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes, o hábito de leitura na infância representa um dos principais mecanismos de aprendizagem dos jovens. “Ler desperta o interesse pela linguagem, pelos saberes ancestrais combinados aos da contemporaneidade e instiga o corpo a realizar uma aventura de desenvolvimento pelo mundo”, completa a educadora.

O Dia Nacional do Livro Infantil foi criado em 2002 para comemorar o aniversário de Monteiro Lobato e ressaltar a importância das obras do escritor para o universo da Literatura Infantojuvenil Brasileira.

Veja aqui a programação.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X