Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Longa tem belas imagens, mas afunda no psicologismo rasteiro

À primeira vista, estamos diante de um passatempo despretensioso

Longa tem belas imagens, mas afunda no psicologismo rasteiro
Notícias ao Minuto Brasil

13:44 - 15/12/17 por NAIEF HADDAD, da Folhapress

Cultura CRÍTICA

"O Poder e o Impossível" são duas narrativas que correm paralelas. Para a nossa tristeza, a segunda (e pior) engole a primeira. A primeira acompanha Eric LeMarque (Josh Hartnett) quando jovem. Suas obsessões são o snowboard (esporte com manobras radicais na neve) e a cocaína, nem sempre nesta ordem.

+Filme brasileiro 'Bingo' está fora da corrida do Oscar

Durante fim de semana em uma estação de esqui na imponente High Sierra, nos EUA, o rapaz decide se arriscar por uma rota proibida e, depois de uma tempestade, acaba isolado.

Não bastassem a fome e o frio, LeMarque tem a perna machucada. A saga do personagem pela sobrevivência -baseada em episódios verídicos- é apresentada de modo correto. À primeira vista, estamos diante de um passatempo despretensioso.

Contribuem para essa primeira narrativa as belas imagens das montanhas da Califórnia e a atuação convincente de Hartnett, ator de filmes como "A Dália Negra" (2006) e "Cavalos Selvagens" (2016). No entanto, "O Poder e o Impossível" afunda como as botas de LeMarque na neve espessa quando a segunda narrativa ganha corpo.

Há uma sucessão de flashbacks que mostram como o garoto LeMarque foi prejudicado pelo rigor competitivo do pai, um treinador de hóquei no gelo que gosta de distribuir frases de efeito. O contraponto familiar, vejam só, é a docilidade quase patética da mãe, interpretada por Mira Sorvino, de "Poderosa Afrodite" (1995).

Ex-dublê, o diretor Scott Waugh poderia se restringir ao que sabe fazer, cenas de ação e registros da natureza. Mas ele se entrega ao psicologismo rasteiro, enquadrando qualquer atitude do protagonista a relações de causa e efeito. O passado sempre justifica o presente.

Além disso, Waugh faz tentativas canhestras de evocar a espiritualidade. Daí em diante, como no snowboard, é ladeira abaixo.

O PODER E O IMPOSSÍVEL (6 Below: Miracle On The Mountain)

Direção: Scott Waugh

Elenco: Josh Hartnett, Mira Sorvino, Sarah Dumont

Produção: EUA, 2017, 102 min, 14 anos

Avaliação: ruim

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório