Meteorologia

  • 19 JULHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Líder por 17 anos, HBO fica atrás da Netflix em indicações ao Emmy

'The Crown', 'Stranger Things' e 'Glow' estão na disputa

Líder por 17 anos, HBO fica atrás da Netflix em indicações ao Emmy
Notícias ao Minuto Brasil

20:27 - 12/07/18 por Folhapress

Cultura 'Oscar da TV'

O anúncio dos indicados à 70ª edição do prêmio Emmy nesta quinta (12) representou uma vitória para a gigante de streaming Netflix.

Os vencedores só serão divulgados em setembro, mas o resultado nesta etapa do prêmio já traz o reflexo do volumoso crescimento da plataforma, que teve 112 nomeações e quebrou um longo período de hegemonia da HBO.

+ 'Game of thrones' e 'Westworld' lideram indicações ao Emmy 2018

O canal pago concorrente passou 17 anos na liderança e, neste ano, emplacou como vice com 108 nomeações. No ano passado, a relação foi de 111 indicações para a HBO contra 91 para a Netflix.

A evolução da plataforma de streaming na principal premiação da TV norte-americana reflete a escalada dos números relacionados a sua programação. Em 2016, o portal investiu cerca de US$ 3 bilhões (R$ 11,6 bi) em conteúdos originais -valor que mais que dobrou em 2017.

Diretores da empresa disseram à imprensa estadunidense que havia, inclusive, a intenção de fazer com que as cifras chegassem a US$ 8 bilhões (R$ 31 bi) neste ano.

Fizeram crescer o bolo produções como "The Crown" (nomeada 13 vezes), centrada na rainha Elizabeth 2ª; "Stranger Things" (12 vezes) e "Glow" (10 vezes), ambas mirando saudosistas dos anos 1980.

Era algo anunciado pela escalada de indicações da Netflix em anos anteriores; em 2014, foram 31; em 2015, 34.

Mesmo assim, faltou a cereja: as duas séries líderes em indicações ainda têm produção da HBO. São elas a sétima temporada de "Game of Thrones", que teve 22 indicações, e a segunda da série de ficção científica "Westworld", com 21.

Fora dessa disputa, houve destaque para a minissérie "American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace" (que concorre na categoria melhor minissérie) e "The Americans" (que disputa como melhor série em drama). Ambas são produções da FX.

Merece atenção o retorno ao ringue de duas atrizes que disputaram o prêmio em série de drama no ano passado: Elisabeth Moss, pelo distópico "The Handmaid's Tale" (Hulu), e Claire Foy, a rainha Elizabeth da série "The Crown", da Netflix.

Moss venceu nessa categoria na premiação realizada no ano passado, o que dá chances a Foy de levar o troféu neste ano. Ambas as séries estão em suas segundas temporadas.

Essas duas produções também voltam a competir na categoria melhor série dramática, contra "Stranger Things" (Netflix), "Game of Thrones", "Westworld", "The Americans", e "This Is Us" (NBC).

As três primeiras dessa lista refletem a incansável demanda por histórias fantásticas e frequentemente consumidas por um público mais jovem.

Nesse sentido, fez falta a presença de "13 Reasons Why", que chegou a sua segunda temporada neste ano, entre os indicados. A série, também da Netflix, se passa em uma escola e fez barulho ao tocar em temas como bullying, abuso sexual e suicídio.

"Game of Thrones" havia ficado ausente da premiação no ano passado porque sua sétima temporada (que foi indicada neste ano) estreou depois do período que abrangia a competição. Para entrar no páreo, as séries precisam ter ido ao ar entre 1º de julho de 2017 e 31 de maio deste ano. Na premiação, votam mais de 23 mil profissionais relacionados à TV americana.

A comédia "The Marvelous Mrs. Maisel" também conseguiu destaque entre os indicados, concorrendo como melhor série de comédia e emplacando na competição Rachel Brosnahan (atriz em série de comédia), Alex Borstein (atriz coadjuvante em série de comédia) e Tony Shalhoub (ator coadjuvante em série de comédia).

A série versa sobre uma mulher que, frustrada em seu casamento, inicia uma carreira promissora como atriz de stand-up comedy.

Neste ano, os indicados foram anunciados por Samira Wiley, uma das atrizes de "The Handmaid's Tale", e Ryan Egoold, de "New Amsterdam". Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório