Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

'O Homem Perfeito'tem história que soa meio fora de tom

Uma história simples, que se desenrola no lugar comum e antecipa seu desfecho apesar de algumas pistas falsas

'O Homem Perfeito'tem história que soa meio fora de tom
Notícias ao Minuto Brasil

08:41 - 27/09/18 por Folhapress

Cultura CRÍTICA

MARINA GALEANO - Exceto pelo fato de serem representadas pela mesma atriz, Amanda e Diana não têm nada em comum. A primeira só usa lingerie, é sedutora, dedicada e entende tudo de futebol. A segunda é uma profissional bem-sucedida, independente e segura de si.

Na comédia romântica "O Homem Perfeito", Luana Piovani passa a régua no estereótipo da vizinha sensual que encarnou em "A Mulher Invisível" (2009) e retorna aos cinemas numa versão distante do rótulo de sex symbol que sempre a perseguiu.

Ok, Diana também é linda, mas esse atributo não a define. Dona de uma carreira de sucesso como ghost-writer de biografias de celebridades, a quarentona enxuta -tal qual sua intérprete- esbanja autoconfiança, inteligência e personalidade.

No campo afetivo, porém, as coisas vão mal e enroscam de vez quando a escritora leva um pé na bunda do marido acomodado (Marco Luque), que se apaixona por uma jovem bailarina de 23 anos (Juliana Paiva) e resolve sair de casa.

A partir daí, Diana não mede esforços para recuperar a atenção do ex. Depois de stalkear a rival nas redes sociais, ela cria um perfil fake na internet daquilo que seria o parceiro ideal, na tentativa de iludir a coitada da moça.

Enquanto se ocupa dessa indecorosa missão, a protagonista ainda precisa dar conta de escrever a biografia de Caíque (Sérgio Guizé) e reverter a péssima imagem de um roqueiro machista em decadência. 

+ Com Jared Leto, Thirty Seconds to Mars toca em São Paulo

Pelo breve resumo, é possível perceber que o filme de Marcus Baldini -diretor de "Bruna Surfistinha" (2011) e "Uma Quase Dupla" (2018)- não tem coragem de se arriscar. Uma história simples, que se desenrola no lugar comum e antecipa seu desfecho apesar de algumas pistas falsas.

Mas, o grande contratempo é que, em diversos momentos, "O Homem Perfeito" parece não delinear direito seu público-alvo e, por isso, soa meio fora de tom: uma mulher madura e um monte de marmanjos (em divertidas performances, vale frisar) a serviço de uma narrativa quase adolescente.

Por outro lado, o longa ganha fôlego ao levantar, mesmo que de raspão e superficialmente, questões sobre machismo, empoderamento feminino, o impacto das redes sociais na vida das pessoas e nos relacionamentos. Segundo Baldini, é o que ele busca em cada trabalho: aliar entretenimento e reflexão. 

Nesse caso, especificamente, faltou um pouco dos dois elementos.

O HOMEM PERFEITO

Produção: Brasil, 2018

Direção: Marcus Baldini

Elenco: Luana Piovani, Sérgio Guizé, Marco Luque, Juliana Paiva e Eduardo Sterblitch

Quando: estreia nesta quinta (27)

Classificação: 14 anos

Avaliação: regular 

Com informações da Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório