Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Atriz trans protagoniza série sobre bailes secretos de NY nos anos 1980

Na nova série do canal Fox Premium, que se passa em Nova York no final dos anos 1980, Elektra é a rainha dos bailes

Atriz trans protagoniza série sobre bailes secretos de NY nos anos 1980
Notícias ao Minuto Brasil

13:14 - 29/09/18 por Folhapress

Cultura fox

Dominique Jackson tem muitas coisas em comum com a personagem que interpreta na série "Pose" a transgênero Elektra Abundance. Mas ela prefere que esses detalhes sejam revelados aos poucos, e no programa, não na conversa por telefone da qual a reportagem participou.

"Mas pode botar que nós duas temos autoestima, mas também um coração. Interpreto Elektra como uma pessoa que faz qualquer negócio para sobreviver, e isso nós duas temos em comum", afirma a atriz.

Na nova série do canal Fox Premium, que se passa em Nova York no final dos anos 1980, Elektra é a rainha dos bailes, vence quase toda vez que participa de uma competição. É ainda a "mãe" de vários outros meninos e meninas, entre gays e trans, todos negros ou latinos. Ser uma mãe neste cenário significa ser a chefe de uma casa que é tanto uma moradia quanto um time.

+ Músico comenta saída de Marcelo Gross do Cachorro Grande: 'Desgasta'

A dela se chama Abundance e vai se chocar no seriado com a casa Evangelista, nome dado em homenagem à modelo Linda Evangelista, uma das top models da época.

"'Pose' mostra uma cultura de Nova York que acontecia às escondidas. Os bailes existem desde os anos 1960 e nunca ninguém falou deles na televisão mainstream", diz Jackson.

Nascida em Trinidad e Tobago e criada pela avó, Dominique enfrentou preconceito na família e em sua comunidade. Em 1990, mudou-se para Nova York, onde chegou a viver nas ruas e a se prostituir para sobreviver.

Mas foi na maior cidade americana que adotou o novo nome e passou a se identificar como mulher. Hoje é uma modelo de sucesso e protagonista de uma superprodução de um canal importante de TV.

"Pose" não é seu primeiro trabalho como atriz. Ela estreou em 2009 no telefilme "Christopher Street: The Series", que não foi exibido no Brasil.

Em 2016, fez um reality show em seis episódios chamado "Strut", que reunia modelos transgênero. No ano passado, ganhou o papel que ela considera uma "bênção", o de Elektra Abundance.

Foi nos bailes gays dos anos 1980 que surgiu a dança "vogue", que Madonna trouxe para o mainstream em 1990 com o hit de mesmo nome e a coreografia que simula os closes de uma seção de fotos.

"Vogue chegou a ter sucesso e a despertar a atenção do público para nós, mas ninguém se interessou em mostrar o lado sério dessa história", diz.

Até agora, quando o produtor Ryan Murphy, que ganhou recentemente cinco prêmios Emmy pelas minisséries "O Assassinato de Gianni Versace", de 2016, e "Feud", de 2017, resolveu mergulhar nesse mundo e criou "Pose". O programa tem o maior elenco LGBTQ da história, e quase todos os personagens são negros ou latinos.

Apesar do estilo novelão da parte dramática, o glamour das cenas de baile contrabalanceia o tom e transforma a série em uma das mais originais em cartaz. Com informações da Folhapress. 

Pose

Temporada completa no Fox App (para assinantes) em 28/9; na TV, um episódio por semana, às terças, às 22h, no Fox Premium

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório