Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Engenheiro de som dos Beatles, Geoff Emerick morre aos 72 anos

Em 2006, ele publicou um livro chamado "Here, There and Everywhere: Minha Vida Gravando os Beatles"

Engenheiro de som dos Beatles, Geoff Emerick morre aos 72 anos
Notícias ao Minuto Brasil

17:57 - 03/10/18 por Folhapress

Cultura Música

Geoff Emerick, ex-engenheiro de som dos Beatles, morreu na noite de terça (2). Ele tinha 72 anos e sofreu um ataque cardíaco.

Emerick ficou conhecido pelo seu trabalho no grupo inglês, como engenheiro chefe -o que significa coordenar todo o processo de gravação- de três discos do quarteto: "Revolver" (1966), "Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band"(1967) e "Abbey Road"(1969), que marcou seu retorno ao grupo.

+ Parceiro de Paulinho da Viola, Casquinha da Portela morre aos 95 anos

Ele também participou de parte das gravações de "White Album" (1967), mas não concluiu o trabalho por conflitos entre ele e os integrantes da banda -a parceria, porém, logo foi retomada. O britânico também foi engenheiro de som de "Band On The Run",  aclamado disco solo de Paul McCartney com a banda The Wings, pelo qual ganhou um Grammy.

Emerick começou a trabalhar como engenheiro assistente no estúdio EMI , no início dos anos 1960, quando tinha 15 anos.

Ele encontrou os Beatles pela primeira vez em 1963, quando era operador de áudio. Três anos depois, foi promovido a engenheiro de som e firmou sua parceria com o grupo que duraria até 1969.

Giles Martin, filho do falecido produtor dos Beatles George Martin, descreveu Emerick como "um dos maiores e mais inovadores engenheiros de som com quem já dividiu um estúdio".

Em 2006, ele publicou um livro chamado "Here, There and Everywhere: Minha Vida Gravando os Beatles", no qual contou ricas e até então desconhecidas histórias sobre o quarteto inglês, como na ocasião em que John Lennon pediu a ele que "sua voz soasse como Dalai Lama em cima da montanha", durante as gravações do disco "Revolver".

O ex-beatle Paul McCartney escreveu em seu site pessoal uma homenagem ao ex-parceiro: "Sempre me lembrarei dele com muito carinho e sei  que seu trabalho será lembrado por todos que amam a música. Foi um privilégio conhecer você". Com informações da Folhapress. 

Campo obrigatório