Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Claro vai lançar rede 5G em mais 12 cidades até fim do ano

Paulo Cesar Teixeira, da Claro, não revelou ainda as localidades

Claro vai lançar rede 5G em mais 12 cidades até fim do ano
Notícias ao Minuto Brasil

13:39 - 27/10/20 por Estadao Conteudo

Tech Conexões

O presidente da unidade de consumo e empresas da Claro, Paulo Cesar Teixeira, informou que a operadora vai lançar a cobertura 5G em 12 novas cidades no Brasil até o fim do ano. O executivo não revelou localidades e disse que isso só será conhecido após anúncio em um evento oficial da empresa na próxima semana. A declaração aconteceu nesta terça-feira, 27, durante debate online na Futurecom.

Teixeira também afirmou que o portfólio de smartphones compatíveis com as redes 5G está crescendo. No momento, há aparelhos da Motorola e da Samsung aptos a rodar a nova geração de internet, além de um novo iPhone da Apple a caminho.

Para o ano que vem, Teixeira disse que a Samsung tem planos de lançar um modelo com preço na ordem dos R$ 2 mil, um valor mais acessível que os modelos atuais, que partem de R$ 3,5 mil.

A Claro foi pioneira na implementação da tecnologia de internet móvel de quinta geração no País, com a ativação das primeiras redes em alguns bairros de São Paulo e no Rio de Janeiro a partir de julho. Com as 12 novas cidades, a operadora vai totalizar 14. O movimento foi seguido rapidamente pelas rivais Vivo, Oi e TIM, que começaram a ativar o 5G em diferentes cidades alguns dias ou semanas depois da Claro.

Por ora, as teles estão oferecendo o 5G por meio da tecnologia DSS (compartilhamento dinâmico de espectro, da sigla em inglês), que pega "emprestado" um pedaço das faixas de radiofrequência nas quais já trafegam os sinais do 4G. O 5G DSS representa um avanço na conexão, mas ainda está abaixo da velocidade alta de navegação e da latência baixa, principais vantagens do 5G "definitivo".

Para isso acontecer, as operadoras dependem do leilão das faixas de radiofrequência a ser realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na metade do ano que vem. Só a partir daí o 5G "definitivo" vai deslanchar.

Campo obrigatório