Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Nova regra de ICMS pode aumentar em até 50% produtos da internet

O Convênio do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) diz que a recolha do imposto deve ser feita no estado de destino ao invés do de origem

Nova regra de ICMS pode aumentar em até 50% produtos da internet
Notícias ao Minuto Brasil

06:46 - 20/01/16 por Notícias Ao Minuto

Economia Taxa

Guilherme

Afif

Domingos,

presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), avaliou

que os produtos comercializados na internet podem ficar até 50% mais caros, no caso das

micro e pequenas empresas. Segundo reportagem do jornal O Globo, o motivo é a

nova regra de cobrança do ICMS.

O Convênio do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) diz que a recolha do imposto deve ser feita

no estado de destino ao invés do

de origem. "Criaram um sistema medieval em plena era digital. Um pequeno empresário que também usa o comércio eletrônico e recolhe oito impostos numa guia única será obrigado a se inscrever em cada um dos estados da federação para onde ele for vender e emitir guias de recolhimento", explicou

Afif

Domingos.

Ele ainda disse que o Sebrae vai

apoiar

as iniciativas para derrubar o convênio do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Para ele, essa

regra criou "uma federação com fronteiras tributárias". "A grande empresa terá de reforçar sua estrutura de administradores tributários e a pequena empresa terá de fechar as portas. Setenta por cento do comércio eletrônico são feitos por micro e pequenos empresários, que representam 26% do faturamento global", disse.

Campo obrigatório