Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Motorista de SP deve aproveitar parcelamento do IPVA 2022 em 5 vezes

O vencimento da primeira parcela ocorrerá entre os dias 10 e 23 de fevereiro

Motorista de SP deve aproveitar parcelamento do IPVA 2022 em 5 vezes
Notícias ao Minuto Brasil

06:32 - 17/01/22 por Folhapress

Economia IPVA-SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os motoristas que têm carros no estado de São Paulo contam em 2022 com um número de cotas maior para pagar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). O governo do estado ampliou de três para cinco o número de parcelas do imposto.

O calendário com os prazos finais para fazer o pagamento à vista começou a vencer no último dia 10 e vai até 21 de janeiro, conforme a placa do carro ou da moto. Se o proprietário perdeu o prazo para pagar à vista, ele ainda tem a opção de quitar o IPVA em cota única, em fevereiro, ou parcelar o tributo. O vencimento da primeira parcela ocorrerá entre os dias 10 e 23 de fevereiro.

Se o prazo para o contribuinte pagar o imposto à vista já se esgotou, ele ainda tem duas opções para escapar da multa: quitar o imposto em cota única, em fevereiro, ou parcelar em cinco vezes, que também tem vencimento em fevereiro. Especialistas recomendam para esses casos optar pelo parcelamento, pois ambos dão o mesmo desconto de 5%.

Já para proprietários de veículos que ainda têm a possibilidade de quitar o imposto à vista, com desconto de 9%, é preciso avaliar se é possível fazer o pagamento sem se endividar na sequência e se sobrará alguma reserva financeira para os próximos meses. Se não tiver o dinheiro, não deve fazer empréstimo nem usar o limite do cheque especial (quando a conta-corrente entra no vermelho) para fazer a quitação à vista.

O parcelamento e o desconto maior à vista -o triplo do oferecido em anos anteriores, que era de 3%- ocorre devido à valorização dos carros usados. Em média, o imposto está 22,54% mais caro, segundo a Secretaria de Estado da Fazenda e Planejamento de São Paulo.

Caminhões subiram 25,17%, camionetas e utilitários tiveram alta de 23,5%. As motos subiram 23,33%. Já os preços de venda de automóveis registraram média de 21,99% acima do valor do ano anterior.

"Realmente, neste ano, o IPVA deu um salto, o que está relacionado ao valor dos carros. Os carros sofreram aumento, porém isso não significa que eu tenho mais dinheiro", diz a educadora financeira Cíntia Senna, da Dsop.

Empréstimos para quitar as despesas de início de ano devem ser vistos como uma alternativa apenas em último caso, porque os juros estão muito altos no país. "Com o aumento da taxa Selic, há um aumento de juros para os empréstimos. E a gente tem ainda a previsão de alta para este ano", afirma a especialista do Dsop.

"Se for necessário tomar um empréstimo, é preciso analisar o custo efetivo total para comparar ao desconto concedido. Sem deixar, é claro, de incluir essas parcelas do empréstimo no seu planejamento financeiro pelos próximos meses para que esteja enquadrada no orçamento e que caiba no bolso", ensina Bianca Caetano, especialista da Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor).

O pagamento do IPVA pode ser feito pela rede bancária. O motorista deve ter em mãos o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e a placa do veículo. A quitação do imposto à vista ou parcelada pode ser realizada nos caixas eletrônicos, pela internet ou direto nas agências.

O motorista também pode pagar outros débitos relacionados ao veículo, como multas de trânsito. Após quitar o IPVA à vista, ele poderá já pagar a taxa de licenciamento de 2022 para depois emitir o documento do carro. Quem optar pelo parcelamento só poderá licenciar o carro após concluir o pagamento do IPVA, informou o Detran. Em 2022, o valor da taxa para licenciar veículos usados é de R$ 144,86, independentemente do calendário do licenciamento.

Quem deixa de quitar o imposto até a data-limite do vencimento fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa é fixado em 20% do valor do imposto.

Quem vai pagar por meio do cartão de crédito deve consultar as empresas conveniadas à Fazenda estadual no portal do órgão.

Hoje, a frota total no Estado de São Paulo é de aproximadamente 26 milhões de veículos. Desses, 17,8 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e 7,5 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação. Cerca de 612 mil veículos são considerados isentos, imunes ou dispensados do pagamento (como taxistas, pessoas com deficiência, igrejas, entidades sem fins lucrativos, veículos oficiais e ônibus/micro-ônibus urbanos). A arrecadação com o IPVA deve chegar a R$ 21,8 bilhões em 2022.

Campo obrigatório