Meteorologia

  • 20 MARçO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Brasileiro Carlos Ghosn deixa presidência da Nissan após 18 anos

O executivo brasileirocontinuará à frente da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi e de outros negócios do grupo.

Brasileiro Carlos Ghosn deixa presidência da Nissan após 18 anos
Notícias ao Minuto Brasil

05:18 - 23/02/17 por Folhapress

Economia DIREÇÃO

Após quase duas décadas de comando, Carlos Ghosn deixará a presidência da Nissan Motors. O executivo brasileiro, que comandou a reestruturação da montadora no fim da década de 1990, continuará à frente da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi e de outros negócios do grupo.

De acordo com comunicado divulgado pela fabricante de automóveis, Ghosn deseja se concentrar mais no crescimento da Aliança.

"Estou confiante de que a equipe de gerenciamento que desenvolvi na Nissan nos últimos 18 anos tem o talento e a experiência necessários para atingir os objetivos operacionais e estratégicos da empresa", disse Ghosn no comunicado. Ele será sucedido por Hiroto Saikawa, que está na Nissan desde 1977.

Quando assumiu o cargo de diretor-presidente da Nissan, em 1999, Ghosn encontrou a montadora japonesa á beira da falência. Com cerca de US$ 20 bilhões em dívidas, a empresa precisou de um tratamento de choque na época. Houve demissões, encerramento de parcerias e fechamento de linhas de produção pouco produtivas.

Hoje, a empresa está entre as maiores do setor automotivo. O grande movimento do grupo em 2016 foi assumir o controle acionário da Mitsubishi Motors, que esteve envolvida em problemas ambientais por fraude em dados de emissões de poluentes. Com informações da Folhapress.

LEIA TAMBÉM: Petrobras derruba liminar contra venda de fábricas em Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório