Meteorologia

  • 25 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Premiê compara Espanha a Brasil e defende reformas de Temer

Mariano Rajoy participou de evento empresarial em São Paulo, nesta terça-feira (25)

Premiê compara Espanha a Brasil
e defende reformas de Temer
Notícias ao Minuto Brasil

18:18 - 25/04/17 por Folhapress

Economia Posicionamento

O primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy defendeu que o Brasil passe por reformas para superar a crise, na abertura de um evento empresarial em São Paulo, nesta terça-feira (25).

"O Brasil está enfrentando uma difícil situação econômica, mas é um país com uma enorme capacidade de recuperação", disse Rajoy.

"As reformas são necessárias sempre. E são necessárias para que a economia seja cada vez mais competitiva."

Ele fez analogias entre a atual situação brasileira e a crise vivida pela Espanha, que passou por uma agenda reformista em 2012.

"Com a adoção de medidas que não são fáceis conseguimos dar uma volta de 180 graus."

Seu discurso se alinhou às falas do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, também presentes ao evento realizado pela Câmara Espanhola de Comércio.

Depois de ressaltar os esforços do governo no andamento das reformas trabalhista e Previdenciária, Aloysio Nunes falou à plateia de empresários e executivos espanhóis que pretende enfrentar a questão tributária.

Ele disse que não pode garantir uma redução drástica da carga tributária mas prometeu combater as burocracias que atrapalham o trabalho de empresários e foi em seguida aplaudido pela plateia.

O ministro mencionou o desgaste sofrido na imagem dos políticos atingidos pelas investigações da Lava Jato.

"É claro que nós políticos estamos imersos num mundo conflituoso, e que a política se faz no dia-a-dia, sujeito a intrigas. No caso do Brasil, agora, há uma grande atividade judiciária envolvendo a relação entre políticos e as empresas, o que dá mais um sinal da solidez das nossas instituições", disse Aloysio Nunes, ele próprio alvo da abertura de inquéritos autorizada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

O ministro Marcos Pereira preferiu mencionar as reuniões que tem tido com representantes espanhóis "para tratar sobre os avanços das negociações para o acordo entre Mercosul e União Europeia".

"O engajamento das lideranças empresariais é imprescindível para que alcancemos êxitos e o acordo seja abrangente", disse Pereira.

Rajoy veio ao Brasil nesta segunda-feira para ter a primeira bilateral de um premiê espanhol desde que o socialista José Luis Rodriguez Zapatero reuniu-se com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2008. O ato consolida suas afinidades com o presidente Michel Temer. Em São Paulo, nesta terça, depois de participar de encontros empresariais ele viaja para o Uruguai. Com informações da Folhapress.

Leia também: Comissão aprova texto principal da reforma trabalhista

Campo obrigatório