Meteorologia

  • 17 JUNHO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Internamente, governo já admite elevar meta fiscal deste ano

Integrantes do Planalto e da equipe econômica acreditam que rombo das contas públicas deve ultrapassar o previsto

Internamente, governo já admite 
elevar meta fiscal deste ano
Notícias ao Minuto Brasil

07:08 - 29/07/17 por Notícias Ao Minuto

Economia Rombo

A meta fiscal deste ano, que atualmente é de um deficit de R$ 139 bilhões, pode ser revista pelo governo em agosto. Projeções mostram que o rombo das contas públicas deve ultrapassar o previsto.

Conforme apurado pela "Folha de S. Paulo", o Planalto e a equipe econômica reconhecem que, se o quadro se mantiver, será necessário aumentar a previsão de déficit até 31 de agosto — último dia para a apresentação do projeto de lei orçamentária do ano que vem.

+ ANP: preço da gasolina sobe mais de 8% após alta de impostos

Além de atualizar a meta de 2017, devem ser detalhadas as contas de 2018 para sinalizar ao mercado um cenário mais realista para os dois anos.

O presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda Henrique Meirelles afirmavam até a semana passada que a meta fiscal era inegociável e que os números deveriam terminar o ano dentro do previsto.

Este discurso, no entanto, ainda não mudou publicamente, mas integrantes do Planalto, da Fazenda e do Planejamento já apontam a mudança como cenário mais provável.

Até então, a ordem é buscar meios para cumprir a meta atual, incluindo revisão de despesas, mas membros da equipe econômica já admitem que o atual bloqueio de R$ 45 bilhões do Orçamento pode ser insustentável e prejudicar o funcionamento de serviços públicos.

Campo obrigatório