Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Tesouro reduz em R$ 600 milhões empréstimo para pagar salários no Rio

As propostas para a concessão do empréstimo serão recebidas no próximo dia 24

Tesouro reduz em R$ 600 milhões empréstimo para pagar salários no Rio
Notícias ao Minuto Brasil

13:21 - 09/10/17 por Folhapress

Economia Edital

O governo do Rio publicou nesta segunda-feira (9) edital para tomar empréstimo para pagar salários atrasados, uma das principais medidas do regime de recuperação fiscal assinado com a União no início de setembro. O valor da operação será de R$ 2,9 bilhões, R$ 600 milhões a menos do que o estimado inicialmente.

De acordo com a Secretaria de Fazenda do Rio, a redução do valor foi provocada por avaliação mais conservadora do valor da Cedae (Companhia Estadual de àgua e Esgoto) pelo Tesouro Nacional. O empréstimo terá ações da Cedae como garantia.

As propostas para a concessão do empréstimo serão recebidas no próximo dia 24. O governo do Rio estima que o dinheiro seja depositado aos servidores no início de novembro. Em entrevista recente, o governador Luiz Fernando Pezão disse que 11 bancos haviam demonstrado interesse na operação.

Com os recursos, Pezão espera quitar o 13º salário de 2016 a cerca de 127.000 servidores e aposentados que ainda não receberam. A dívida é de R$ 1,2 bilhão. Além disso, o governo deve salários de agosto a 38.607 servidores e pensionistas, em um total de R$ 271,2 milhões.

A privatização da Cedae é uma das contrapartidas assumidas pelo governo do Rio para aderir ao regime de recuperação fiscal, que suspendeu o pagamento de parcelas da dívida com a União por três anos.

O processo de venda da companhia está sendo discutido com apoio do BNDES. Na quinta (5), o governo Pezão conseguiu derrubar uma liminar que suspendia a privatização da companhia, obtida a pedido do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Saneamento Básico e Meio Ambiente do Rio de Janeiro. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório