Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2018
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

UE autoriza início da segunda fase de negociações do 'Brexit'

Conselho Europeu votou favoravelmente sobre tema

UE autoriza início da segunda fase de negociações do 'Brexit'
Notícias ao Minuto Brasil

10:19 - 15/12/17 por Ansa

Economia acordo

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, informou nesta sexta-feira (15) que o plenário da entidade aprovou o início da segunda fase de negociações com o Reino Unido sobre o "Brexit".

"Líderes da UE concordaram em ir para a segunda fase das conversas do Brexit. Parabéns, premier Theresa May", escreveu Tusk em sua conta no Twitter.

Ontem (14), May havia sido aplaudida pelos líderes europeus em um jantar da entidade sobre seus "esforços" para chegar a um acordo.

Após um longo processo de negociações, iniciadas em julho, a União Europeia e o Reino Unido chegaram a um acordo sobre os três primeiros temas das tratativas no último dia 8 de dezembro.

Em um documento de 15 páginas, os negociadores fecharam pauta sobre a cidadania dos europeus que morarem no Reino Unido após a saída do país do bloco econômico, a partir de 2019, sobre a conta do divórcio e sobre as fronteiras da Irlanda.

+ Aneel faz leilão de linhas de transmissão de energia nesta sexta

No primeiro, os britânicos se comprometeram em garantir os mesmos direitos atuais de residência e permanência aos europeus. Já a "conta do divórcio", o valor que Londres terá que pagar para sair do bloco, ficou em 60 bilhões de libras esterlinas.

No mais delicado dos pontos, as questões de fronteira irlandesas, May se comprometeu a não instalar barreiras nas fronteiras com Irlanda do Norte, Irlanda e Reino Unido.

Agora, a segunda fase se concentrará em questões mais econômicas, como os debates sobre o mercado comum europeu. É especulado também que, nessa fase, haverá conversas sobre um plano de segurança comum. Ainda não há data para o início das conversas.

Iniciado em 29 de março deste ano, o processo de Brexit terminará no mesmo dia de 2019, quando os britânicos se tornarão os primeiros a deixar o bloco econômico na história. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório