Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Vendas para o Dia das Mães podem crescer 2%, aponta pesquisa

Lojistas esperam movimentação em floriculturas, lojas de chocolate e joalherias; Ticket médio pode ser de R$60 a R$100 reais

Vendas para o Dia das Mães podem crescer 2%, aponta pesquisa
Notícias ao Minuto Brasil

15:09 - 12/05/18 por Notícias Ao Minuto

Economia São Paulo

Uma pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo) aponta que as vendas para o Dia das Mães, segunda data mais aquecida para o varejo, devem crescer em até 2% com ticket médio entre R$ 60,00 e R$ 100,00. Na visão dos lojistas, o contexto econômico atual do país permite apenas um aumento discreto, sem sofrer grandes riscos.

“O aumento nas vendas neste primeiro trimestre foi brando, confirmando que a economia brasileira está se recuperando lentamente. Por isso, neste Dia das Mães, as vendas de produtos as expectativas seguem moderadas. Os setores que podem se beneficiar, como em todos os anos, é o alimentício, como restaurantes, lojas de chocolate, e floriculturas, além de vestuário e perfumaria”, afirma o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff.

A pesquisa foi realizada com a participação das principais CDLs do Estado de São Paulo, que enviaram dados locais, possíveis números de contratações do varejo e ticket médio esperado para a data. O resultado apontou também que 60% dos lojistas do estado pretendem abrir vagas temporárias para o Dia das Mães.

Região Metropolitana de São Paulo

Na região metropolitana de São Paulo, as expectativas para o Dia das Mães são de grande crescimento, se comparada aos resultados de outras cidades do estado. A CDL de Itaquera, localizada na zona Leste da cidade, prevê um crescimento de 5%. Já no ABC, o movimento é mais ameno, alcançando, no máximo, 2%. As duas CDLs esperam um ticket médio entre R$ 100,00 e R$ 150,00.

Para o presidente da CDL de São Bernardo e Distritos, Marcello Alexandre, este período solicita novas contratações e, diferente de outras cidades, ele afirma que há possibilidade de efetivação de acordo com o desempenho do funcionário. “Vamos abrir cerca de 800 vagas em todo o ABC. O Dia das Mães é o segundo feriado mais importante para o varejo em volumes de vendas, por isso, precisamos aproveitar a chance de alavancar o desempenho do comércio”, afirma.

+ 'Plano de leniência não pode matar empresa', diz advogado

Litoral

Levemente otimistas em comparação às vendas de Dia das Mães de 2017, as CDLs do Litoral Paulista acreditam em um leve crescimento para a data neste ano, variando entre 2% e 5%. Para acompanhar este aumento, as CDLs pretendem abrir algumas vagas temporárias nos setores como, joalherias, perfumarias e vestuário.

Segundo as CDLs do Guarujá e Santos, o ticket médio esperado pelos comerciantes pode variar entre R$ 60,00 e R$ 100,00. Para atender a demanda de vendas esperada nesta região, o presidente da CDL do Guarujá, Orlando de Souza, afirma que podem ser abertas até 300 vagas temporárias nos segmentos que estiverem mais aquecidos.

Já na CDL de Praia Grande, as vendas podem crescer em 5%, se comparadas a 2017.Vale do ParaíbaNo Vale do Paraíba, as perspectivas de crescimento são de 2% com ticket médio de R$ 60,00 a R$ 100,00, principalmente para o setor de cosméticos. Segundo a CDL de Cruzeiro, as expectativas para contratações temporárias são baixas.

Interior

No interior do estado a expectativa de vendas é discreta, porém gradual. Em 2017, a CDL de Araçatuba registrou um crescimento no volume de vendas de 3%. Neste ano, o diretor comercial da CDL, Wagner Cândido, acredita que este número irá quase dobrar, alcançando 5% de aumento.

O ticket médio esperado nesta região é de R$ 60,00 a R$ 100,00, favorecendo o comércio de flores e chocolates. O presidente da CDL de Araçatuba, Gener Silva, declara que, como é uma data importante, lojas de redes podem abrir cerca de 100 vagas temporárias. Na região de Bauru, os consumidores não preveem crescimento, mantendo 5% de aumento no volume.

Para o presidente da CDL de Bauru, Odair Secco, o consumidor está preparado para gastar pouco e a vista, já que acabou a liberação do fundo FGTS. As CDLs da região acreditam que os segmentos com mais chance de faturamento no período são vestuários e eletrônicos, que receberão consumidores com ticket médio de R$ 60,00 a R$ 100,00.

Campo obrigatório