Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Brasileiros usam cada vez mais canais eletrônicos para transações

Informações são do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn

Brasileiros usam cada vez mais canais eletrônicos para transações
Notícias ao Minuto Brasil

12:37 - 14/05/18 por Estadão Conteúdo

Economia pesquisa

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta segunda-feira, 14, durante evento sobre educação financeira em Brasília, que os brasileiros têm usado cada vez mais os canais eletrônicos para realizar transações, como o internet banking e, especialmente, a telefonia móvel. Segundo ele, os cartões de crédito e de débito continuam substituindo os pagamentos em espécie e, em larga escala, os cheques.

Ilan Goldfajn pontuou ainda que a inovação tecnológica tem propiciado o surgimento de novas instituições, as chamadas fintechs, que atuam na área de serviços financeiros por meios eletrônicos.

+ Mais de 1,4 mil vagas são abertas em concursos pelo país

"Nessa linha, destaco a nova regulamentação das fintechs de crédito, em consonância com os esforços do Banco Central de aumentar a competição no mercado de crédito em todas as suas dimensões", disse Ilan. "A Resolução nº 4.656 confere maior segurança jurídica a essas operações e cria condições para a redução do custo do crédito."

Em seu discurso, que abre a 5ª Semana Nacional de Educação Financeira, Ilan Goldffajn citou ações e objetivos perseguidos pelo BC no âmbito da Agenda BC+. Ele ponderou, no entanto, que mesmo antes da Agenda BC+, a instituição já vinha trabalhando na cidadania financeira. De acordo com Goldfajn, as ações de educação financeira alcançam, a cada edição da Semana Nacional de Educação Financeira, um número maior de brasileiros.

Goldfajn defendeu ainda a ideia de que uma melhor educação financeira implica em menor inadimplência, o que contribui para reduzir o custo do crédito.

O presidente do BC participou na manhã desta segunda-feira da abertura da 5ª Semana Nacional de Educação Financeira, na sede do Banco Central, em Brasília. O evento vai até o dia 20 de maio e prevê ações educacionais, gratuitas, presenciais e online.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório